Greve dos Correios é encerrada em menos de 24h

Compartilhe

Mobilização, que não teve efeito prático no TST, buscou chamar atenção para impasses em torno do dissídio da categoria

Em assembleia realizada na tarde desta segunda-feira (12), os servidores dos Correios do Rio Grande do Sul decidiram encerrar a greve deflagrada pela madrugada. Após o Tribunal Superior do Trabalho (TST) realizar uma audiência de conciliação sobre o último dissídio da categoria, os servidores definiram pelo retorno às atividades às 23h59min de hoje. As reivindicações dos trabalhadores, no entanto, não foram atendidas pelo Tribunal.

Conforme a assessoria de imprensa do Sintect, a mobilização teve como principal objetivo chamar a atenção para as pautas em questão, principalmente o plano de saúde da categoria. De acordo com a entidade, o TST acolheu majoritariamente as propostas patronais, mas como a Casa é a última instância para reivindicações trabalhistas, a orientação foi de retornar ao trabalho. Novas mobilizações devem ser organizadas futuramente.

Reivindicações

Conforme a Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios e Telégrafos e Similares (Fentect), as mudanças no plano de saúde preveem o pagamento das mensalidades pelos funcionários e a retirada de dependentes do contrato. Além disso, a Fentect salienta que os trabalhadores também são contra as alterações no Plano de Cargos, Carreiras e Salários; a terceirização na área de tratamento; a privatização da estatal; a suspensão das férias; a extinção do diferencial de mercado e a redução de salários na área administrativa


*Rádio Guaíba

Leia Também Última semana para saque de contas do PIS/PASEP Mãe comemora os 80 anos rezando com os 11 filhos no túmulo de Maria Elizabete Eleições 2018: Sartori e Leite continuam subindo nas pesquisas Rio Grande do Sul vai receber mais 190 venezuelanos na próxima semana