Imposto de Renda 2018: quem deve declarar?

Compartilhe
Durante o programa Na Ordem do Dia desta segunda-feira (19), João Altair conversou com o contabilista Eder Dal Bello, sobre a declaração de bens do Imposto de Renda 2018.
Ganho de capital durante o ano, imóveis e veículos adquiridos, vendas e transações realizadas, etc. O contabilista explica em quais ocasiões deve-se declarar os valores. (OUÇA O ÁUDIO NO PORTAL rdplanalto.com)

Está obrigado a entregar a declaração o contribuinte que se encaixa nos seguintes casos:
1. Recebeu, em 2017, rendimentos tributáveis que somaram mais de R$ 28.559,70. Rendimentos relacionados a trabalho, aluguéis, pensões e benefícios se encaixam nessa categoria.
2. Possuía, em 31 de dezembro de 2017, imóveis, veículos e outros bens acima do valor de R$ 300 mil.
3. Obteve ganho de capital na venda de imóveis, veículos e outros bens sujeitos ao IR.
4. Teve receita bruta de atividade rural superior a R$ 142.798,50
5.  Optou pela isenção do IR sobre ganho de capital obtido na venda de imóvel residencial ao usar o dinheiro integralmente na compra de outro imóvel no Brasil, no prazo de 180 dias contados da celebração do contrato de venda
6. Recebeu acima de R$ 40 mil em rendimentos isentos (como juros de poupança ou FGTS), não tributáveis (como indenizações em Plano de Desligamento Voluntário e outros tipos) ou tributados na fonte (como 13º salário, ganhos com aplicação financeira e prêmios de loterias).
7. Fez operações em bolsas de valores, de mercadorias e de títulos futuros, ou obteve ganho de capital com esses investimentos em 2016.
8. Passou a ser residente no Brasil no ano de 2017 e estava nessa condição em 31 de dezembro.

Quem não precisa declarar:
1. Indivíduos que não se encaixam nas condições acima
2. Quem foi declarado como dependente em declaração apresentada por outra pessoa física, na qual tenham sido informados seus rendimentos, bens e direitos caso os possua;
3. Teve a posse ou a propriedade de bens e direitos, inclusive terra nua (terreno que não tem equipamento ou estrutura para receber atividade rural), quando os bens comuns forem declarados pelo cônjuge, desde que o valor total dos seus bens privativos não exceda R$ 300.000,00, em 31 de dezembro de 2017.


*da redação Rádio Planalto, Gabriela Soldá


  • Quem precisa declarar IR?

Leia Também Greve dos caminhoneiros custará R$ 15 bilhões para a economia Plano Safra traz recursos de R$ 194 bi e redução de 1,5% nos juros Petrobras anuncia redução do preço do diesel e da gasolina Gasolina e diesel devem sofrer novo aumento nos preços