Dia Mundial da Água

Postado por: Clovis Oliboni Alves

Compartilhe

No dia de hoje, comemoramos o Dia Mundial da Água. A data foi criada pela Assembléia Geral das Nações Unidas, através da resolução A/RES/47/193 de 21 de Fevereiro de 1.993. O principal objetivo de termos uma data comemorativa para o tema, está em chamar a atenção da comunidade mundial, sobre a importância de se recuperar, conservar e proteger este bem tão importante e indispensável para a vida no Planeta.

Um dos maiores e mais importantes eventos que visam despertar e conscientizar os Países sobre a importância e fragilidade da água no Planeta, é o Fórum Mundial da Água. Neste ano, o Brasil tem o privilégio de sediar a 8ª edição do evento e a primeira do Hemisfério Sul. O evento acontece de 18 a 23 de Março na capital Brasília, sendo organizado pelo Conselho Mundial da Água, uma organização internacional que reúne centenas de países e organizações, que abordam o tema água, e, que têm preocupações e interesses incomuns com este recurso que é tão indispensável e vital para todos nós. Os debates que são realizados durante o Fórum visam a troca de experiências, fomento a políticas de recuperação e preservação, conscientização dos governantes, firmamento de acordos, além de chamar a atenção para a importância das ações de sustentabilidade, que devem ser desenvolvidas e implementadas por todos.

O grande desafio da humanidade está na busca de garantia de água potável em quantidade e qualidade suficiente e adequada para a presente e futuras gerações. Sem água não há desenvolvimento, não há produção industrial, agrícola ou animal. Toda e qualquer espécie de vida, depende da água para sua subsistência e o seu uso deve ser racional, responsável e sustentável.   

HOMENAGEM À ÁGUA

Água seiva da terra, tu és símbolo de vida;

Que corre pôr nossos rios, tal como sangue corre nas veias;

E por onde tu passeias, há florestas, flores e vida,

que se vêem refletidas, em suas águas cristalinas.

Tal como uma mãe acolhe um filho,

tu nos acolhe desde o ventre;

E o homem incessantemente,

por um ímpeto instinto,

te procura e te encontra, como forma de alimento,

que jorra como sustento, do seio de sua mãe.

Por isso água querida, nós te devemos tanto

e sem este seu encanto, não haveria a vida;

Tu vieste à nós como um presente,

enviada pela mão divina,

que para nos dar saúde e vida, te fez pura e cristalina.

E o que mais me admira, é que apesar de tua nobreza

e importância para a vida,

tu não tratas com indiferença, ninguém que a ti deseje

e matas a nossa sede, do mais nobre, ao mais pobre.

E o homem o que tem lhe dado em troca de tudo isso?

À ti dá o esgoto e um bocado de lixo;

É difícil explicar como o homem um ser racional,

consiga fazer tanto mal à nossa água querida,

comprometendo com isto, a sua qualidade de vida.

É por isso que precisamos, corrigir nossas atitudes

e buscar então virtudes que preservem a natureza

e tratem a nossa água, com respeito por sua nobreza.

 *A Fundação Cultural Planalto de Passo Fundo salienta que o texto reflete a opinião de seu autor.

 

Leia Também Alimentação durante o tratamento da infecção urinária Estado falha e municípios pagam a conta da saúde O cão, o trigo e o Fusca Não incide IOF sobre fluxo financeiro em participação em sociedade