Câncer de estômago – estadiamento

Compartilhe

O estadiamento descreve aspectos do câncer, como localização, disseminação e se está afetando as funções de outros órgãos do corpo. Conhecer o estágio do tumor ajuda na definição do tipo de tratamento e a prever o prognóstico da paciente.

O sistema de estadiamento utilizado para o câncer de estômago é o sistema TNM da American Joint Committee on Cancer. O sistema TNM utiliza três critérios para avaliar o estágio do câncer: o próprio tumor, os linfonodos regionais ao redor do tumor e se o tumor se espalhou para outras partes do corpo.

TNM é abreviatura de tumor (T), linfonodo (N) e metástase (M):

T: Indica o tamanho do tumor primário e se disseminou para outras áreas.

N: Descreve se existe disseminação da doença para os linfonodos regionais ou se há evidência de metástases em trânsito.

M: Indica se existe presença de metástase em outras partes do corpo.

Geralmente este estadiamento pode ser feito através da endoscopia digestiva alta, ultrassom endoscópico, tomografia computadorizada do tórax e abdome, PET Scan e a Laparoscopia com Lavado Peritoneal. Após os exames, classificamos o estadiamento do paciente conforme o TNM e definimos o melhor tratamento individualizado para cada paciente.

Na próxima semana, conversaremos mais sobre o câncer de estômago. Até logo!

Leia Também Solução para o atraso Eleição Presidencial: A ecologia não é questão secundária! Pobreza de propostas em campanhas eleitorais Alimentos aquecidos a altas temperaturas e risco de câncer