Maioria das prefeituras atrasa salários de servidores

Postado por: Ronaldo Rosa

Compartilhe

Faixa de segurança não existe em Passo Fundo

Infelizmente a maioria dos motoristas de Passo Fundo não se da conta do motivo para a existência de uma faixa de segurança para pedestres. A pessoa está ali, no canto da rua, mas não consegue atravessar, ou só consegue depois de muito tempo, quando se aproxima um condutor mais atento, que respeita o espaço de prioridade ao pedestre. O Poder Público tem funcionários pagos para frequentemente pintar as faixas, gasta tinta, tempo, mas nada disso comove a maioria, que simplesmente ignora o pedestre, por isso que pessoas tendo sido mortas atropeladas, justamente em cima da faixa de segurança. O que mais é preciso para mudar esta cultura? Se aumentar a fiscalização, depois vem esses mesmo condutores reclamar que existe uma indústria de multa e ainda querer ficar brabo com as autoridades.

 

Eleitor está aceitando esmolas

O eleitor brasileiro tem sido tão maltratado nos últimos anos, pelo Governo Federal, que aceita qualquer esmola, ao ponto de alguns defenderem cegamente o ex-presidente, condenado por corrupção. Alguns dizem que votariam nele novamente, pois quando foi presidente tinham uma vida melhor. É preciso ter olhar que vá mais distante, o preço que estamos pagando agora é à conta da falsa vida boa que tínhamos antes, onde a politicagem e o assistencialismo eram os pilares do governo petista. Esse é um ano de eleição e se quisermos mudar a política não podemos votar em quem roubou do povo, mesmo que tenha feito algo de bom, pois neste caso não fez mais que a sua obrigação. Vamos parar de aceitar esmolas, do tipo “roubou, mas fez”. A Justiça tem que fazer a sua parte e sequer aceitar que candidatos desta laia consigam registrar suas candidaturas, só assim é possível recuperar a política e os órgãos públicos entorpecidos pela corrupção.

 

Maioria das prefeituras atrasa salários de servidores

Enquanto os servidores da Prefeitura de Passo Fundo fazem greve, exigindo um ganho real nos seus vencimentos, os servidores da maioria das prefeituras do país sequer recebem em dia. A verdade é uma só, o município está impedido de dar aumento, apenas reposição, para não cometer o risco de caracterizar improbidade administrativa e prejudicar a cidade nas mais diversas áreas, pela suspensão de repasses de recursos dos governos do Estado e Federal, ao município. Infelizmente os prefeitos deixaram de ser gestor de políticas públicas, para serem meros administradores da folha de pagamento.   

 

Dizem por aí... Que o Conselho que orientou os professores a paralisar vai ressarcir do seu próprio caixa os dias descontados dos seus filiados. Será verdade?

Leia Também Linda ou ridícula? Muito obrigado Dom Urbano! O respeito à propriedade alheia CNBB: qual a nossa missão?