Executivo acena solução para impasse de reajuste dos professores

Compartilhe

Um novo capítulo nas negociações da Data-Base dos servidores deixou os professores da rede municipal esperançosos pelo fim do impasse. Na tarde da segunda-feira (02) enquanto a maioria do magistério participava da Assembleia dos servidores que deliberou pela manutenção da greve, um segundo grupo de docentes manteve a mobilização no Paço Municipal.

Foi com este segundo grupo que o prefeito Luciano Azevedo conversou informalmente sinalizando a solução do impasse que resultou na greve que já se arrasta pela segunda semana. O prefeito propôs que o imbróglio fosse resolvido através da exoneração de 20 Cargos de Confiança (CC) da Câmara de Vereadores e 20 CCs que fazem parte da administração municipal. De acordo com o mesmo após este corte seria possível pagar os servidores e de fato negociar o pagamento do Piso Nacional ao magistério.

Essa foi a informação transmitida pela assessoria de comunicação do CMP Sindicato.

Fonte: Assessoria CMP/Sindicato




ESCLARECIMENTO DA PREFEITURA:

A respeito de matéria divulgada no portal da Rádio Planalto com o título "Executivo acena solução para impasse de reajuste dos professores", a Prefeitura de Passo Fundo esclarece que as informações não procedem e estão descontextualizadas. Informa, ainda, que ocorreu, na segunda-feira (02), uma conversa rápida e informal entre integrantes da administração e um grupo pequeno de servidores, no saguão da Prefeitura. Os dirigentes do CMP citados na matéria não estavam presentes e, portanto, não acompanharam o diálogo. 

Departamento de Comunicação Social  -  Prefeitura de Passo Fundo

Leia Também Trote Solidário acontece na Anhanguera Parque da Gare terá Mini Feira do Livro neste domingo 'Ler é ser' foi tema da conferência de abertura da V Semana das Letras Anhanguera realiza Vestibular neste sábado