Executivo acena solução para impasse de reajuste dos professores

Compartilhe

Um novo capítulo nas negociações da Data-Base dos servidores deixou os professores da rede municipal esperançosos pelo fim do impasse. Na tarde da segunda-feira (02) enquanto a maioria do magistério participava da Assembleia dos servidores que deliberou pela manutenção da greve, um segundo grupo de docentes manteve a mobilização no Paço Municipal.

Foi com este segundo grupo que o prefeito Luciano Azevedo conversou informalmente sinalizando a solução do impasse que resultou na greve que já se arrasta pela segunda semana. O prefeito propôs que o imbróglio fosse resolvido através da exoneração de 20 Cargos de Confiança (CC) da Câmara de Vereadores e 20 CCs que fazem parte da administração municipal. De acordo com o mesmo após este corte seria possível pagar os servidores e de fato negociar o pagamento do Piso Nacional ao magistério.

Essa foi a informação transmitida pela assessoria de comunicação do CMP Sindicato.

Fonte: Assessoria CMP/Sindicato




ESCLARECIMENTO DA PREFEITURA:

A respeito de matéria divulgada no portal da Rádio Planalto com o título "Executivo acena solução para impasse de reajuste dos professores", a Prefeitura de Passo Fundo esclarece que as informações não procedem e estão descontextualizadas. Informa, ainda, que ocorreu, na segunda-feira (02), uma conversa rápida e informal entre integrantes da administração e um grupo pequeno de servidores, no saguão da Prefeitura. Os dirigentes do CMP citados na matéria não estavam presentes e, portanto, não acompanharam o diálogo. 

Departamento de Comunicação Social  -  Prefeitura de Passo Fundo

Leia Também IMED tem curso de Jornalismo aprovado pelo MEC Peru confirma presença no Festival de Folclore Exposição "Meu Tempo, Meu Canto" será atração no Teatro Múcio de Castro Vestibular da Anhanguera acontece em 21 de julho