UPF entrega projeto de carro elétrico a empresário

Compartilhe

Chegou à etapa final o sonho do inventor João Alfredo Dresch de desenvolver o seu segundo carro elétrico-motorizado. Na tarde dessa terça-feira, 10 de abril, ele recebeu das mãos do reitor da Universidade de Passo Fundo (UPF), professor José Carlos Carles de Souza, o projeto final do JAD2. O encontro teve a participação do coordenador do UPF Parque, Charles Israel, e do coordenador do projeto de extensão, Moacyr Carlos Gomes, além de professores e acadêmicos que também participaram do desenvolvimento do projeto. 

Desde setembro de 2016 a UPF e a empresa de Dresch mantêm um contrato de cooperação para a fabricação em escala do carro elétrico. O trabalho foi desenvolvido por uma equipe multidisciplinar que envolveu os cursos de Engenharia Elétrica, Engenharia Mecânica, Engenharia Civil, Engenharia Química, Fabricação Mecânica, Design de Produto, Ciência da Computação e Engenharia da Computação. De acordo com o coordenador do projeto de extensão, foram cerca de 16 acadêmicos e 12 professores envolvidos. “Quando nos passaram esse trabalho, nós achamos importante convidar todas as áreas a participarem, porque cada uma tem sua particularidade e poderia fazer sua contribuição. Levamos um ano para desenvolver o projeto, trabalhamos bastante, os alunos tiveram uma grande contribuição e hoje temos um resultado excelente”, destacou o professor Gomes. 

O trabalho foi realizado por meio do Parque Científico e Tecnológico UPF Planalto Médio (UPF Parque), que funcionou como elemento agregador entre o ambiente acadêmico e a empresa JAD. “Nós fizemos duas coisas muito importantes: desenvolvemos um protótipo que está funcionando e criamos um projeto conceitual para que seu João possa, como empresário, apresentar uma realidade do mercado e assim atrair investidores. Hoje nós estamos entregando algo que atende às necessidades do mercado”, explicou o coordenador do UPF Parque.

Durante o encontro, o reitor da UPF parabenizou o trabalho desenvolvido por toda a equipe e ressaltou a importância do UPF Parque na viabilização de iniciativas como a de Dresch. “Nós temos na Instituição um espaço adequado, inclusivo, um espaço para olhar para o futuro. Hoje estamos vendo o resultado de uma obra coletiva e isso é histórico. Independentemente do que vai acontecer daqui para frente, esse projeto é a realidade do seu João e é assim que se faz uma universidade, de sonhos e de propósitos de muitas pessoas”, disse o professor José Carlos. 

Morador de Lajeado, Dresch desenvolveu, por conta própria, há seis anos o JAD1, primeiro carro elétrico a ser emplacado no Brasil. Para o JAD2 a expectativa do empresário é colocá-lo em uma linha de montagem e vê-lo, o mais breve possível, no mercado. “Eu já estava contente quando a parceria iniciou, agora estou ainda mais feliz pelo apoio que o reitor me deu e toda a equipe que trabalhou nesse projeto. Quero colocar esse segundo carro rodar o quanto antes. Isso é um sonho para mim”, enfatizou. O JAD2 possui 2,45m de comprimento e 1,15m de largura. O modelo foi equipado com seis baterias, que lhe dão autonomia para percorrer até 150 km em uma velocidade que chega a 45km/h.

Foto: Camila Guedes

Leia Também Passo Fundo Futsal defende liderança em Guaporé Tite convoca atletas para jogos da Seleção na Arábia Saudita Prefeitura entrega campo de futebol para a comunidade do Valinho Libertadores: Grêmio vence na Argentina