Temos viaturas, mas falta policiamento

Postado por: Ronaldo Rosa

Compartilhe

Sobram críticas, faltam pessoas para ajudar.

O período é de dificuldades para a grande maioria da população, mas tudo poderia ser melhor se pelo menos alguns, dos milhares, que só criticam o que os outros fazem, ajudassem em alguma coisa. Viver em sociedade não é apenas olhar para o seu umbigo e ser a favor só das coisas que trazem benefício próprio. Um exemplo é quando alguém, voluntariamente, decide ser presidente de bairro ou adotar uma praça para cuidar. Por querer fazer alguma coisa em prol do bem comum, a pessoa sai do anonimato e passa a entrar na mira dos invejosos, que não fazem nada e não querem que ninguém faça e ainda se acham dono da razão, dando opinião e realizando críticas, principalmente através das redes sociais. Covardes e preguiçosos que se escondem atrás de um computador ou de um celular. Por isso que cada vez mais ninguém quer fazer nada por ninguém, pois o que ganha em troca é só incomodação e poucos, muito poucos para reconhecer. Apesar disto, não dá para desistir e as pessoas que querem o bem de uma cidade e não apenas da sua causa e da sua turma, precisam se unir para que o desejo da maioria prevaleça, conforme preconiza a democracia.

 

Onde está a origem para o desaparecimento de adolescentes?

Este será o tema do programa Frente e Verso, no próximo sábado, na Rádio Planalto. Frequentemente recebemos notícias que “fulano ou fulana saiu de casa e não voltou mais”. Seria a rebeldia dos jovens que está cada vez maior, a vontade de viver totalmente livre ou o abandono da família, o desinteresse pela vida? A desestruturação familiar também influencia em muitos casos, mas no fundo, aponto a falta de amor, de compreensão e de atenção, como as causas principais. Especialistas no assunto, profissionais que trabalham no dia a dia estarão debatendo este tema e ouvindo o que pensa a população. Eu tenho a minha opinião e a sua qual é? Sintonize na Planalto, a partir das 10 horas, ouça e participe!

 

Temos viaturas, mas falta policiamento

O Governo do Estado enviou novas viaturas para a Brigada Militar. É melhor que nada, mas de nada adianta se não tivermos brigadianos pelas ruas, para coibir o crime, proteger a população e não apenas para fazer barreira de fundo arrecadatório, para multar e cobrar o IPVA. O foco do Governo é arrecadar, cuidar do bem maior que é a vida, fica em segundo plano. Por isso, como todo o respeito, não me iludo com solenidade para entrega de viaturas, o problema vai muito, além disso, e nada vai mudar se não houver mudanças estruturais nos órgão de segurança pública, com mais pessoal e maior valorização dos agentes, antes disso tudo é apenas “floreio” em ano eleitoral.

 

Dizem por aí... Que a falta de policiamento é tão grave que não tem gente nem para dirigir as novas viaturas da Brigada Militar. Será verdade?

Leia Também Correios sentem os efeitos da corrupção Não podemos nos dar o luxo de afugentar empresas de Passo Fundo Dado o recado para o STF Desconfiança total no trânsito