Governo de Roraima pede fechamento da fronteira com a Venezuela

Compartilhe

O governo de Roraima acionou o Supremo Tribunal Federal com um pedido de tutela provisória para que fronteira do Brasil com a Venezuela seja fechada temporariamente até que se resolvam os problemas decorrentes dos milhares de migrantes que estão em Roraima.

Na ação civil originária 3121, a governadora Suely Campos aponta omissão do Governo Federal em cumprir seu papel constitucional de controle da fronteira, sobrecarregando o Estado de Roraima. A relatoria é de Rosa Weber. A ação pede que se não houver este controle imediato, que a fronteira seja fechada provisoriamente até que sejam praticadas medidas concretas. O Estado pede ainda recursos adicionais para suprir os custos suportados especialmente com saúde e educação.

De acordo com o governo local, mais de 50 mil venezuelanos estão na capital Boa Vista (RO), sendo que muitos passam os dias perambulando pelas ruas. Em fevereiro, a União editou uma medida provisória sobre acolhimentos de estrangeiros, mas Roraima afirma que não foram tomadas medidas efetivas até o momento, a não ser a transferência de 266 venezuelanos para os estados de São Paulo e Mato Grosso.


Foto: Vatican News

Leia Também Manchetes da Semana: ouça as principais notícias Ônibus circulam normalmente na manhã desta sexta-feira Maior rigor com a Lei Maria da Penha Índio é morto em confronto na reserva de Ventarra em Erebango