Santa Maria tem surto de contaminação por toxoplasmose

Compartilhe
A Cidade de Santa Maria, na região Central do estado, vive uma situação de surto de toxoplasmose. Segundo os médicos, de janeiro deste ano até a última terça-feira, 900 casos apresentaram sintomas de síndrome febril nas redes pública e privada de saúde. A comprovação de que a causa era a toxoplasmose veio com o resultado dos 17 coletados em pacientes atendidos em Santa Maria na semana passada.
Dos 17 exames, 12 deram positivo para toxoplasmose, que é uma doença transmitida por um protozoário. A doença não mata, porém existe a preocupação com as gestantes, porque a doença pode passar para o bebê se não tratada.
Além disso, outro grupo são as crianças menores de 2 anos e pessoas com baixa imunidade. Conforme os médicos, a toxoplasmose é transmitida por um protozoário por via oral, por meio de ingestão de alimentos ou água. 

Confira mais informações direto de Santa Maria para o programa Panorama Geral, com a repórter Angélica Varaschini, da Rádio Imembuí (áudio).

Leia Também Dia D de vacinação contra pólio e sarampo será neste sábado Aberta a Jornada de Nutrição em Passo Fundo Com 44% dos salários pagos, Samu opera normalmente Cuidados com o sangramento nasal