Santa Maria registra mais de cinquenta casos de toxoplasmose

Compartilhe

A Prefeitura de Santa Maria, na região Central, confirmou, na noite desta terça-feira, que mais 30 pessoas tiveram confirmado quadro de Toxoplasmose, chegando a um total de 51 em 2018. A cidade vive um surto da doença, o que exige atenção redobrada das autoridades e da população.

Foram feitas 193 notificações de casos suspeitos e, desse total, 90 amostras foram coletadas, com oito dos 51 casos confirmados envolvendo gestantes. Outros nove deram negativo e 30 amostras seguem aguardando resultado. De acordo com o Boletim de Investigação Epidemiológica, os casos foram registrados em 18 bairros da cidade.

Nesta terça, o prefeito Jorge Pozzobom se reuniu, à tarde, com o ministro da Saúde, Gilberto Occhi, e com o secretário de Saúde, Francisco de Assis Figueiredo. Em Brasília, Pozzobom solicitou auxílio para reforçar o estoque de medicamentos na cidade. A União se comprometeu a enviar remédios a Santa Maria. Além disso,  uma equipe do Programa de Treinamento em Epidemiologia Aplicada aos Serviços do Sistema Único de Saúde (EpiSUS) vai auxiliar nas buscas pela origem e pela forma de contaminação da doença.

Também hoje, o Centro Estadual de Vigilância em Saúde (CEVS) finalizou a coleta de oito amostras de água da Corsan distribuída no município. As amostras serão enviadas ao Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Sul (Lacen/RS) e, posteriormente, ao Laboratório de Saúde Pública e Zoonoses da Universidade Estadual de Londrina, no Paraná – o único do País que analisa o DNA do protozoário causador da toxoplasmose.


Fonte: Laura Gross e Camila Diesel/Rádio Guaíba

Leia Também Hospital São Vicente de Paulo divulga nota sobre atendimentos IMED e HC inauguram Hospital Escola Ex-ministro Chioro palestrou sobre o SUS na IMED Tchêquinho mobiliza Câmara em repúdio ao fechamento da emergência do HSVP