Solidariedade para enfrentar o inverno

Postado por: Ronaldo Rosa

Compartilhe

Apesar de que neste inverno, pela previsão, teremos muito mais chuva, do que frio, é importante que as pessoas, que vivem uma condição financeira melhor, possam ser solidárias e contribuir doando agasalhos, para a campanha de 2018, lançada hoje pelo município. O desemprego, a falta de dinheiro reflete de muitas formas na vida das famílias, mas o mínimo de dignidade é ter o que comer, onde morar e o que vestir por isso, a mobilização das pessoas de bem pode garantir todas essas coisas. Basta tomar a iniciativa, como belo exemplo dado por muitas pessoas que tiram a roupa do próprio corpo para alcançar aos mais necessitados. Talvez não precise tanto, uma boa olhada no guarda roupa em casa vai revelar muitas roupas boas esquecidas e que ainda podem ser aproveitadas.

 

Celular é inimigo do trânsito

Hoje também esta iniciando a campanha “maio amarelo”, que visa chamar a atenção das pessoas para o trânsito e contribuir para evitar mortes em acidentes. Neste sentido a questão do celular deve ganhar atenção, pois o que tem de motorista usando o celular ao mesmo tempo, não só na cidade, mas também nas estradas. Muitas mortes sem motivo aparente se justifica na desatenção ao trânsito, para olhar no celular. Muita gente já morreu por isso. Acredito que atualmente o celular e a bebida alcoólica são os dois principais fatores que levam o condutor a cometer erros fatais. Somado a isso tem a falta de educação e respeito com os demais.

 

Desmoralização dos partidos

O que estamos vendo nessa véspera de campanha para as eleições deste ano é uma vergonha. Gente saindo de um partido, indo para outro, para viabilizar a sua candidatura. O lamentável é que as trocas não tem nada a ver, da esquerda para a direita, do socialismo para o capitalismo, do branco para o preto etc... Os futuros candidatos não estão nem aí para o que defende o seu partido, pois na verdade as siglas estão apenas sendo usadas, pois os objetivos são individuais. Enquanto não houver uma redução drástica no número de partidos, eles continuarão sendo desvalorizados e consequentemente a forma de fazer política não irá melhorar. Uma reforma política séria, de verdade é o que precisa para recomeçar esta história no nosso país.

 

Dizem por aí... Que se os motoristas esquecerem o celular, enquanto dirigem pelo menos metade dos acidentes serão evitados. Será verdade?

Leia Também Vida Religiosa Consagrada Amizade, amor e afetos Sobre cuidado para com as famílias! De repente, pega uma vocação?