Oftalmologista fala sobre cuidados com a visão

Compartilhe

Hoje, dia 7 de maio, se comemora o Dia Nacional da Saúde Ocular e o Dia do Oftalmologista

Durante o programa Comando Popular, Patric Cavalcanti conversou com o oftalmologista dr. Eduardo Ventura, sobre cuidados com a visão.

Eduardo falou que todas as pessoas, em algum momento de suas vidas, precisarão de um oftalmologista para auxiliar em alguma doença do gênero.

Ressaltou durante entrevista, que nesta época do ano, ocorrem muitos casos de conjuntivite devido ao clima e outros fatores externos, como o aumento de incidências de infecções respiratórias.

Essa infecção do olho, normalmente faz com que pessoas usem colírios sem prescrições. Este uso, sem conhecimento e sem receita médica, aumenta a possibilidade ocorrer infeções mais graves, levando a problemas que podem causar a cegueira.

Segundo os dados da Organização Mundial de Saúde, cerca de 50 milhões de brasileiros sofrem algum tipo de distúrbios de visão. Deste número, 60% dos casos são de cegueira e deficiência visual. Porém, se fossem tratados com antecedência, poderiam ter sido evitados.

Confira algumas dicas para evitar problemas na visão:

Evite coçar os olhos

O hábito de esfregar com frequência a região dos olhos pode resultar em problemas oculares, pois a estrutura é muito frágil e a pressão exercida na área pode provocar lesões e doenças mais graves. As mãos têm impurezas e podem levar bactérias para os olhos, desenvolvendo uma conjuntivite bacteriana, ou até causar ferimentos radicais.

Uso de maquiagens e seus cuidados

Dormir sem remover os produtos de beleza dos olhos pode irritar e até mesmo inflamar a área ocular. Usar cosméticos fora da validade, ou de terceiros, também pode causar consequências ruins à saúde dos olhos.

Dose o nível de açúcar em sua rotina

O excesso de glicose no sangue não é apenas perigoso para a saúde do corpo, mas também pode causar problemas à visão principalmente aos portadores de diabetes, sendo eles do tipo 1 ou 2. O alto consumo do açúcar pode agravar ainda mais o problema, provocando uma retinopatia diabética.

Evite fumar

Cientistas afirmam que o consumo do cigarro está associado a alguns problemas de visão, como degeneração macular, catarata e danos no nervo óptico. Esse último é capaz de causar cegueira irreversível ao fumante.

Pratique atividades físicas

A inclusão de exercícios é importante para a saúde do corpo e, também, dos olhos. Estar acima do peso, somado a uma má alimentação, impede as vitaminas que previnem os prejuízos celulares de chegar, em quantidade suficiente, aos olhos causando danos à visão.

Lave bem os olhos

Pelo menos uma vez por dia, dedique um tempo para higienizar a área em volta deles, como as pálpebras, os cílios e os cantos, removendo as impurezas e secreções secas a fim de evitar coceira incômoda capaz de causar irritação ou até mesmo uma conjuntivite indesejada.

Pisque mais os olhos

Esse comportamento instintivo lubrifica as córneas, evita o ressecamento dos olhos e tantos outros problemas que comprometem a visão, como coceira e irritações mais sérias. Pisque mais, faça pausas repetidas quando estiver concentrado em um ponto fixo ou diante de um computador.

Tenha bastante cuidado com as lentes de contato

Antes e depois de usá-las, lave bem as mãos e higienize as lentes com produtos sugeridos pelo fabricante. Também é recomendável que o usuário siga as instruções atentamente para melhor execução do contrato. A limpeza do estojo é essencial e deve estar em dia, antes de repor o objeto no local.

Coma mais peixe

Este alimento preserva a saúde dos olhos, diminuindo problemas ópticos como a degeneração macular, doença capaz de causar cegueira irreversível. O peixe é um alimento rico em ômega 3 e também contém vitaminas A, B,D e E, que são essenciais para a nossa saúde.

*com informações do Conselho Brasileiro de Oftalmologia

Ouça a entrevista completa no Portal rdplanalto.com:

  • Entrevista Dr. Eduardo Ventura

Leia Também Dia D de vacinação contra pólio e sarampo será neste sábado Aberta a Jornada de Nutrição em Passo Fundo Com 44% dos salários pagos, Samu opera normalmente Cuidados com o sangramento nasal