Maio Amarelo: seminário projeta um trânsito mais seguro

Compartilhe


O seminário “Nós somos o trânsito”, uma das atividades dentro da programação do Movimento Maio Amarelo, que surgiu como sinal de alerta para a violência no trânsito, aconteceu nessa segunda-feira (7) no Centro de Eventos do campus I da Universidade de Passo Fundo (UPF). Promover a cultura do trânsito seguro, alertar para os perigos dos deslocamentos diários e discutir políticas públicas de trânsito, mobilidade urbana e segurança foram alguns dos objetivos do encontro. 

Para o prefeito de Passo Fundo, Luciano Azevedo, o trânsito se transformou em uma pauta central nos últimos anos. “Compreendemos a necessidade de as pessoas terem seus próprios veículos, mas, ao mesmo tempo, não temos conscientização e educação referente ao trânsito. Isso se resolve com educação para o trânsito e com uma atitude individual de responsabilidade para termos um trânsito mais civilizado e humanizado”, destacou Luciano, que também homenageou a equipe de agentes de trânsito da cidade pela qualidade dos serviços prestados. 

Representando a Assembleia Legislativa, o deputado Gilberto Capoani ressaltou algumas questões do trânsito da região, como o trabalho da comissão especial pelas obras da BR 285, além da iniciativa do seminário. “Que bom participar de um evento sobre conscientização do trânsito. Trago o apoio do parlamento gaúcho para iniciativas como essa. Queremos um trânsito mais saudável e com menos acidentes”. 

Também esteve presente a representante do Detran RS, Ana Jodelis, que frisou a parceria de longa data com Passo Fundo para promover um trânsito mais seguro. O primeiro foi sobre o Plano Nacional de Redução de Mortes e Lesões no Trânsito (Pnatrans), ministrado pelo ex-deputado federal Beto Albuquerque, autor da lei que instituiu Pnatrans, e pelo presidente do Conselho Estadual de Trânsito (Cetran), Luiz Noé. A mediação foi do chefe da 8ª Delegacia da Polícia Rodoviária Federal, Rodrigo Calegari. 

O segundo painel, Maio Amarelo: nós somos o trânsito, contou com o professor da UPF e coordenador do Programa UniverCidade Educadora, Márcio Taschetto, e do representante estadual do Movimento Maio Amarelo, Fabio Mello. A mediação foi do representante do Núcleo de Educação para o Trânsito. Emerson Drebes. 

A programação da tarde seguiu com o painel Qual o futuro da segurança do trânsito em Passo Fundo, tendo como palestrante o criador do Programa Volvo de Segurança no Trânsito, João Pedro Correa. O último painel, Projetos de Educação para o Trânsito – experiências dos municípios, trouxe a coordenação de Educação para Mobilidade (Cem) da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), de Porto Alegre, a comissão Permanente de Educação no Trânsito (Copet) de Erechim, a Balada Segura do Detran RS e o Núcleo de Educação para o Trânsito de Passo Fundo. 

O seminário “Nós somos o trânsito” foi realizado pela Prefeitura de Passo Fundo, através do Núcleo de Educação para o Trânsito da Secretaria de Segurança Pública, em parceria com Fante Corretora de Seguros, além dos apoiadores: Universidade de Passo Fundo (UPF), CFC Autotec, Coleurb, Disfonte, Silva Despachante, Focalle, Equilibrium, CVI e Gráfica Bom Pastor. 


Foto: Cristian Queiroz (Rádio Planalto)

Leia Também Prefeito anuncia obras no Cras e na escola do bairro São Luiz Gonzaga Passo Fundo terá evento do Dia Mundial em Memória das Vítimas do Trânsito Encerramento do Movimento pela Paz Sepé Tiaraju acontece no Parque do Gare Bairro a Bairro no São Luiz Gonzaga acontece neste sábado