Fractais

Compartilhe

As estruturas e superestruturas que compõem a dinâmica da organização das sociedades se comunicam por meio de diferentes mecanismos que as mantém rotineiramente em funcionamento, mesmo em tempos de turbulência e desavenças.

Tive a oportunidade de estar no Campo de Concentração mais famoso do mundo – Auschwitz, local onde foram mortos milhões de homens, mulheres e crianças conduzidos à força pelas forças nazistas e seus apoiadores durante a Segunda Guerra Mundial. O ambiente, embora bem organizado e limpo, não deixa de exalar um clima de perplexidade, medo, incerteza e, talvez o pior sentimento, saber que tal intento é possível se repetir desde que se tenham condições para tanto.

Uma obra com estas caraterísticas surge influenciada por inúmeros fatores e tradições quando bem pensada e planejada, recebe a simpatia dos líderes e, por meio de múltiplas formas de comunicação e convencimento, conta com o apoio das massas.

A intolerância e a incapacidade de conviver e aceitar as diferenças é o ambiente (terreno) propício para o desenvolvimento de práticas de exclusão, assassinatos e aniquilação do outro.

Em situações como esta se perde o valor básico para a vida em sociedade, ou seja, a dignidade humana. As pessoas têm valor igual e qualquer forma de destruir tal situação conduz à formação de práticas parecidas com as dos campos de concentração, em maior ou menor escala.

Um profissional tem seu período prolongado de formação e quanto mais capaz, tanto maior foi seu tempo de preparação, experimentação, renúncias e investimentos. Da mesma forma, embora em contextos diversos, as práticas de despreze e exclusão seguem o mesmo roteiro.

As formas de comunicação (vaso comunicantes), retratadas no título, representam como os mecanismos científicos e as formas de argumentação podem ser utilizadas para a morte. O amor aos inimigos, tantas vezes propalado como impossível de ser efetivado, encontra no exercício da tolerância o local apropriado para ser exercitado.

Da mesma forma, o mandamento do amor não pode ser utilizado para classificação de pessoas, grupos ou práticas convenientes, mas sim para tornar nossa comunicação atuante e fortalecer nossos ideais.

*A Fundação Cultural Planalto de Passo Fundo salienta que o texto reflete a opinião de seu autor.

 

Leia Também Derrota e ensinamentos na Série Prata Alimentos que tiram a fome despesas de capatazia não entram no cálculo de Imposto de Importação Canudinho Plástico: Um problema que pode chegar ao fim