O impacto dos acidentes de trânsito na economia brasileira

Compartilhe

Um estudo com base nos indicadores do seguro obrigatório de automóveis DPVAT, divulgado hoje (14) pela Escola Nacional de Seguros, revela que os acidentes graves ocorridos no trânsito brasileiro em 2017 provocaram impacto econômico de R$ 199 bilhões, ou o correspondente a 3,04% do Produto Interno Bruto (PIB, a soma dos bens e serviços produzidos no país).

O valor equivale ao que seria gerado pelo trabalho das vítimas, caso os acidentes não tivessem ocorrido. De acordo com o estudo, os acidentes no trânsito mataram 41,1 mil pessoas no ano passado em todo o país e deixaram com invalidez permanente, que as afasta da atividade econômica que exerciam, outras 42,3 mil.

O número de pessoas mortas ou com alguma sequela permanente subiu 35,5% de 2016 (61,6 mil vítimas) para 2017 (83,5 mil), o que significa que a perda produtiva subiu nesse percentual de um ano para outro. O resultado se aproxima do total de vítimas fatais e pessoas com sequelas registrados em 2015 (100,4 mil).


Fonte: Agência Brasil

Leia Também Mais de 80% da captação de leite do RS está comprometida Cerca de 10% das rodovias no RS têm manifestações de caminhoneiros Justiça determina multa para quem fizer bloqueio de rodovias no RS Famurs: 75% das cidades gaúchas vão suspender serviços que demandem combustível na sexta