UPF terá Centro Multiusuário de Interação Virtual da Pós-Graduação

Compartilhe

Com o objetivo de qualificar as atividades de pesquisa e de ensino de pós-graduação stricto sensu, a Universidade de Passo Fundo (UPF), por meio da Vice-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (VRPPG), tem conquistado importantes recursos, vindos dos mais variados setores. Recentemente, obteve a aprovação de edital Fapergs/Capes-pró-equipamentos, que possibilitará a criação do Centro Multiusuário de Interação Virtual da Pós-Graduação. 

O espaço, que será lotado no Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGEdu), visa fortalecer as ações nacionais e internacionais por meio do processo formativo virtual, promovendo a interação entre todos os programas da UPF e outros programas de pós-graduação, redes de pesquisa nacionais e internacionais e pesquisadores visitantes. 

Para o vice-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UPF, Leonardo José Gil Barcellos, o acesso ao recurso é resultado do esforço e do trabalho conjunto. “Estamos muito felizes com mais essa conquista. Optamos por construir um projeto único para beneficiar todos os programas das da Universidade e obtivemos êxito. Esse é mais um legado importante que conquistamos para a pós-graduação da UPF”, salienta.

O coordenador do PPGEdu, professor Claudio Dalbosco, aponta que, do ponto de vista acadêmico, é um projeto interdisciplinar que será utilizado por todos os programas de pós-graduação da Universidade, incluindo a possibilidade de que seja estendido para a graduação. “O Centro vai contribuir para fortalecer a internacionalização da Instituição, na medida em que temos recursos técnicos que vão possibilitar diferentes ações, tais como videoconferências, seminários a distância e bancas. Vai fortalecer também a produção científica nos PPGs, intensificando o intercâmbio entre grupos e projetos de pesquisa e pesquisadores”, frisa ele.

Estrutura
Responsável pela estrutura técnica, o professor Roberto Rabello destaca que o Centro vai atender às demandas que atualmente são realizadas em uma estrutura básica pela Divisão UPF Virtual, porém, agora com equipamentos integrados de última geração, qualificando as transmissões. “Nos últimos 18 meses, foram mais de 300 bancas, palestras e videoconferências”, destaca ele, explicando que, com a instalação dos equipamentos, será possível ter um ganho considerável de qualidade nas videoconferências.

O espaço, instalado junto à Faculdade de Educação, será constituído de quatro salas. “Em termos de infraestrutura, teremos uma sala de produção e editoração de vídeos, que poderá também ser usada para gravação e editoração de videoaulas ou qualquer objeto de aprendizagem que necessite de produção qualificada. Teremos aparelhado um mini auditório, para que seja utilizado para bancas, palestras e transmissões, além de uma sala de aula equipada e uma sala de reuniões que vai possibilitar a realização de encontros virtuais com instituições estrangeiras ou mesmo na estrutura multicampi”, explica ele.

Leia Também Emoção no início do XVI Festival Internacional de Folclore Inicia o Festival Internacional de Folclore em Passo Fundo Coralistas adultos ensaiam para a Cantata Natalina Mesa redonda debate patrimônio arquitetônico do município