Pedido de aposentadoria poderá ser feito pela internet

Compartilhe

Os trabalhadores que atingirem requisitos para se aposentar por idade - 60 anos (mulheres) e 65 anos (homens) -, vão poder dar entrada no benefício sem sair de casa a partir da próxima segunda-feira. O pedido estará liberado para ser feito pelo portal Meu INSS (www.inss.gov.br). Mas para ter acesso é preciso cadastrar senha e login no site. O requerimento do salário-maternidade também será feito via online da mesma data em diante.

Nos casos em que as informações necessárias para o reconhecimento do direito já constarem nos sistemas do INSS, será possível a concessão automática do benefício. "Esperamos melhorar ainda mais os serviços à toda população, será uma melhora contínua", afirmou Fernando Sixel, gerente-executivo da Gerência Centro do INSS do Rio.

Para fazer o cadastro, é preciso digitar CPF, nome completo, data de nascimento, nome da mãe e estado onde nasceu. Algumas perguntas serão feitas para confirmar a identidade do usuário. Ao respondê-las corretamente será gerado código de acesso provisório para que o trabalhador acesse o site. Com esse código, o segurado deve cadastrar login e senha.

Ao acessar a página na internet, o segurado deve procurar abaixo do ícone "Serviços", que fica do lado esquerdo da página, o Meu INSS. Ao clicar nesse item, abrirá uma nova aba onde os serviços oferecidos pela internet podem ser acessados.

O primeiro deles é a "Aposentadoria por idade", seguido de "Salário-maternidade". Ao entrar no serviço desejado, se o segurado já tiver atingido os requisitos necessários (60 anos para mulheres e 65 para homens), será aposentado automaticamente. A ampliação do serviço foi antecipada pelo INSS ao DIA.

SEM PRECISAR AGENDAR

Os benefícios também poderão ser solicitados pela Central 135. Em ambos os casos, o segurado receberá direto o número do protocolo de requerimento. Com isso, o instituto vai eliminar a etapa de agendamento e diminuir a espera por atendimento nos postos.

"Agora, ao fazer o pedido, o cidadão acompanha o andamento pelo Meu INSS ou pelo 135 e, somente se necessário, será chamado para ir à agência do INSS", informa o instituto.

Dia 24 serviços agendáveis serão ampliados

Com mais de sete milhões de usuários cadastrados, o Meu INSS pode ser acessado pelo computador ou celular. E, a partir da quinta-feira, vários serviços que antes eram feitos por atendimento espontâneo, ou seja, sem precisar de agendamento, serão realizados com dia e horário marcados, bastando fazer seu agendamento pelo Meu INSS ou telefone 135.

Os segurados do INSS poderão agendar a troca de banco pagador e forma de pagamento no instituto sem precisar sair de casa, por exemplo. Outros itens que estarão disponíveis para agendamento são: atualização de dados cadastrais, cadastro de procuração, solicitação de pagamento não recebido, solicitação de desbloqueio do benefício para empréstimo consignado, além de concessão de aposentadoria e salário-maternidade. Após liberação dos novos serviços, o segurado poderá fazer o agendamento pelo portal Meu INSS e pela central de atendimento 135.

COMO FAZER

Ao acessar a página www.inss.gov.br, o segurado deve clicar no ícone "Serviços" ao lado esquerdo da página. Em seguida, em "Agendamento". Após abrirá uma nova aba onde vai aparecer um quadrado amarelo, basta clicar nele e em seguida escolher o tipo de serviço que deseja marcar no INSS. No item "Alterar meio de pagamento", por exemplo, o segurado, aposentado ou pensionista poderá mudar a forma de pagamento ou a conta bancária que recebe o benefício.

De acordo com o INSS, "o cidadão pode optar por receber o seu benefício em uma conta-corrente ou poupança, desde que seja ele próprio o titular da conta. Pode alterar também para cartão magnético, caso já receba em conta bancária".

Um ponto que o instituto destaca é que a alteração da modalidade de pagamento pode gerar tarifas bancárias, referente à manutenção e movimentação da conta. Neste caso, o segurado pode ainda optar pelo recebimento em conta bancária, o que pode ser feito também no próprio banco.

Atualmente, o segurado precisa ir até a agência e solicitar o serviço pessoalmente, sem marcar hora, o que faz com que a espera pelo atendimento no local seja incerta. As medidas integram uma série de alterações no atendimento, implantadas a partir da digitalização dos serviços, informou o INSS.



Fonte: O Dia/RJ

Leia Também Duas pessoas morrem em explosão em frigorífico em Taquara Homem embriagado dirige automóvel na contra mão em frente à polícia Justiça determina volta ao cargo de diretor do Protásio Alves Rádio Planalto FM, 36 anos!