Bancos são muito bons para cobrar juros, mas não para dar segurança aos clientes

Postado por: Ronaldo Rosa

Compartilhe

Havan não abre mão de Passo Fundo

Essa questão da vinda ou não da Havan, para Passo Fundo, já foi longe de mais. Eu tenho certeza que a empresa vem como falei em outras vezes, independente da posição do Sindicato. Se não houver acordo, a empresa terá que se adaptar, mas não vai perder de se instalar numa das melhores e mais promissoras cidades do Estado. Tem muita gente espalhando boatos e torcendo contra a cidade, mas não vão levar. A questão da Havan não é incentivos fiscais e sim trabalhistas e a lei é a mesma em Passo Fundo e todo o Brasil, se tiver problemas aqui, vai ter em outros municípios também. As cidades que estão se candidatando para receber o empreendimento no lugar de Passo Fundo, fazem o seu papel e para a empresa é interessante essa disputa, baita propaganda de graça.

 

Sindicato está com os dias contados

Que o Sindicato dos Comerciários está querendo colocar água no Chope está claro, não sei com que intenção, inclusive colocando em risco a integridade física dos seus representantes, pois com o desemprego que está aí, se vier a acontecer da empresa desistir por causa do Sindicato, é melhor essa gente se mudar de Passo Fundo. Agora, convenhamos se a Havan não vier, a vida segue, outras empresas virão. Antes do final do ano temos a inauguração de um shopping em Passo Fundo, que está fazendo um investimento muito superior que este. Vamos olhar para frente e com otimismo.

 

Bancos são muito bons para cobrar juros, mas não para dar segurança aos clientes

Bancos e operadoras de crédito se negam a colocar segurança, com vigilantes 24 horas nas agências, conforme determina a lei. As desculpas são diversas, mas no fundo visam mesmo manter seus lucros exorbitantes a custas dos clientes. Todos esses ataques às agências e os banqueiros e presidente das instituições não se sensibilizam. Este tema estará em debate no programa Frente e Verso, deste sábado, pela Rádio Planalto. Vamos analisar os pontos positivos desta medida e também os negativos. As instituições não querem tratar publicamente da posição contrária, o que denota que tem algo errado e que no fundo sabem que não estão pensando na segurança de ninguém, nem mesmo dos seus funcionários. O programa inicia às 10 horas. Participe e de a sua opinião!

 

Dizem por aí... Que os desocupados que espalham boatos negativos estão dando risada dos inocentes que acreditam em tudo. Será verdade?

Leia Também O bom samaritano Um projeto para o Brasil Reforma da Previdência: cofre aberto Ambição derrotada