Enfermagem: Cuidado e segurança como essências

Compartilhe


Maio é lembrado mundialmente como o mês da Enfermagem, isto porque, no dia 12 de maio celebra-se o dia Mundial do Enfermeiro e no dia 20 de maio o Dia do Auxiliar e do Técnico de Enfermagem. No Hospital São Vicente de Paulo (HSVP) de Passo Fundo, esses profissionais representam 42% do número de funcionários e são fundamentais no atendimento aos pacientes desde 1918, ano em que o hospital foi fundado.

A enfermeira responsável pela Gerência de Enfermagem do HSVP, Liege Dutra e a assessora da Gerência de Enfermagem Daniela Ramos Oliveira, relatam que a história da Enfermagem no HSVP acompanhou de certa forma, a história da profissão no Brasil e no mundo. Inicialmente, o principal propósito era agasalhar doentes pobres, assistindo-os, medicando-os e lhes dando conforto físico e espiritual. No HSVP, este trabalho foi realizado pelas irmãs religiosas até 1981, quando a Universidade de Passo Fundo formou a primeira turma de enfermeiros e, o hospital contratou diversos profissionais para trabalhar nas principais áreas. “Com o passar dos anos, muitas coisas mudaram na rotina do Enfermeiro, como a sistematização da Enfermagem, a tecnologia, trabalho de liderança, entre outros, porém, a essência do cuidar, da empatia, do olhar atencioso para o próximo é o mesmo de 100 anos atrás”, enaltecem.

As enfermeiras contam ainda, sobre o trabalho dos Técnicos de Enfermagem. Percebendo a importância e necessidade deste trabalho, em 1958 o HSVP criou a Escola de Educação Profissional São Vicente, que inicialmente formava Auxiliares de Enfermagem e a partir de 1999, passou a oferecer o curso de Técnico em Enfermagem. “Os Auxiliares e Técnicos de Enfermagem tem um contato muito próximo com os pacientes, por isso, precisam ter muita sensibilidade e empatia. O trabalho deles também se transformou ao longo dos anos, com a inserção de novas tecnologias e aprimoramento técnico”.

Dimensionando o papel da Enfermagem, as profissionais trazem alguns números. “Em 2008 o HSVP tinha 115 Enfermeiros, 617 Técnicos de Enfermagem e 305 Auxiliares de Enfermagem. Atualmente são 188 Enfermeiros, 1109 Técnicos e 99 Auxiliares. Esses profissionais trabalham de forma integrada, praticando a interdisciplinaridade e orientados a partir da Sistematização da Assistência de Enfermagem (SAE), processo elaborado pelo Enfermeiro, que avalia o paciente, traça um plano de cuidados e executa junto com o Técnico de Enfermagem”, ressaltam Liege e Daniela, evidenciando ainda, que o trabalho da Enfermagem se volta também para uma assistência onde, devido a importância da segurança do paciente, o paciente, deve ser um agente envolvido no seu cuidado.

Outro ponto destacado pelas enfermeiras é o novo código de ética da Enfermagem, que entrou em vigor em abril deste ano. As novas normas e condutas foram repassadas para os Enfermeiros, que serão multiplicadores para suas equipes, através de treinamentos e palestras.

 (Foto Assessoria de Comunicação HSVP/Caroline Silvestro)

Leia Também Janeiro Roxo: mais de 20 mil casos de hanseníase são diagnosticados por ano no Brasil Lei “Programa Doadores do Amanhã” incentiva futuros doadores de sangue" HSVP faz campanha de arrecadação de vidros para leite materno HSVP registra 3448 nascimentos no ano do centenário