Gaúcho “cento por cento”

Postado por: Cristian Queiroz

Compartilhe

O Gaúcho está enchendo os olhos do seu torcedor. Aqueles que saíram de casa no último domingo, 20, e encararam um frio rigoroso, mesmo ao meio dia, foram recompensados com mais uma vitória e uma bela atuação do Periquito do Boqueirão.

Comandados pelo técnico Gelson Conte, o Sport Clube Gaúcho vai muito bem e sobra nessa Segunda Divisão. Terminou o primeiro turno com 100% de aproveitamento, quatro jogos e quatro vitórias, melhor defesa, com apenas dois gols sofridos e, junto com o Guarany de Bagé, tem o melhor ataque, com nove gols marcados. 

No próximo final de semana começa o returno, onde o Gaúcho irá jogar três partidas longe de casa e apenas uma em sua Arena, mas isso não deve fazer muita diferença, já que os públicos nos estádios são diminutos e a qualidade técnica apresentada é superior ao de qualquer adversário. Terminado o primeiro turno, eu acredito que o Gaúcho possa terminar a primeira fase invicto e quem sabe até mesmo com 100% de aproveitamento.

Ainda, se nada de errado acontecer ao longo da competição o Gaúcho estará na Divisão de Acesso em 2019 e erguerá o troféu de campeão da Segunda Divisão de 2018.

PASSO FUNDO FUTSAL

No último sábado o Passo Fundo Futsal ficou apenas no empate com a equipe de Fortaleza dos Valos no Ginásio Capingui. Quem assistiu ao jogo viu o quanto o PFF castigou o seu adversário e também viu quanto o PFF não conseguiu chegar ao gol. Conforme o técnico Alexandre Boeira, o seu time finalizou 69 vezes durante a partida, enquanto o adversário apenas 5. O resultado: 2x2.

O Passo Fundo Futsal demonstrou mais uma vez toda a qualidade do elenco, todos os recursos técnicos que o time pode apresentar, porém esbarrou nas boas defesas do goleiro adversário e por cinco vezes na trave. Acontece, é do jogo. Que no próximo final de semana o Passo Fundo futsal possa ter mais sorte.

GRÊMIO

Mesmo com todos os desfalques e o cansaço da viagem para a Venezuela, o Grêmio deveria ter vencido o Paraná. Afirmo: o campeão será aquele que perder o menor número de pontos para os times da parte de baixo da tabela. O Corinthians goleou o Paraná fora de casa, o Sport venceu o Paraná fora de casa, o Grêmio precisava ter vencido.

Após fazer o Grêmio jogar um futebol que encantou o país inteiro, Renato tem agora mais um desafio, fazer o Grêmio vencer retrancas. Precisa conseguir vencer os times que jogam contra o tricolor com seus onze jogadores atrás da linha da bola, como fizeram Inter e Paraná.

Esse é o preço que se paga por ser o melhor time do Brasil, ninguém tem coragem de tentar vencer e se contentam apenas em empatar, por isso se colocam na defesa.

Portaluppi, que já resolveu tantos problemas no Grêmio, agora tem mais um.

Leia Também Acende-se o fogo da tradição Onde estava a Bíblia? Transtorno de Personalidade Borderline Crescimento, emprego e custos de vida: o governo não entregou o que prometeu