Venda de bebida representa sobrevida aos clubes do interior

Postado por: Juliano Roso

Compartilhe

A valorização dos clubes de futebol do interior passa pelo apoio financeiro.  Nosso Estado conta com diversos times de tradição e centenários que passam por imensas dificuldades financeiras e não tem, por parte do poder público gaúcho ou da iniciativa privada, a atenção devida.

As dificuldades se acentuaram após a legislação de 2008 que impede a comercialização de bebidas alcoólicas nos estádios. A venda de bebidas era um importante meio de receita dos clubes do interior. Representa cerca de um terço do orçamento dos times.

Apesar de compreendermos que a restrição tenta combater a violência nestes espaços, entendo que precisamos revisar esta legislação como meio de criar mecanismos de sobrevida aos clubes.

Por isso, um projeto de minha autoria tramita na Assembleia Legislativa e prevê a volta da venda de bebidas nos estádios. A proposição visa liberar a venda apenas durante intervalos, e após os eventos.

Percorri o Estado apresentando a proposta aos clubes e a recepção foi muito positiva. Após este fim de semana, com a informação de que o presidente do Sindiclubes-RS, César Cabral, com o consentimento dos presidentes de clubes gaúchos, vai enviar um documento para a presidência da Assembleia Legislativa, pedindo o retorno da venda de bebidas nos estádios é a concretização do apoio à matéria.

É possível liberar a venda e, ao mesmo tempo, reforçar a vigilância, seja física ou eletrônica para eliminar as ações violentas de maus torcedores dos estádios. Acredito que esta seja a maneira correta de garantir segurança.

Devemos perceber que o ato de proibir o consumo de álcool durante os jogos não impede a violência.  Os torcedores consomem bebida até a porta dos estádios, uma atitude que coloca em xeque a “lei seca” imposta nestes espaços.

As agressões ou atos de vandalismo apenas serão impedidas com educação, vigilância e penalização dos envolvidos em tais atos.

 

Leia Também O retorno da alfaiataria no office look O valor da união Dos benefícios do tradicionalismo Política de austeridade massacra juventude