Chegou o inverno: mantenhamos o coração aquecido

Postado por: Ari Antônio dos Reis

Compartilhe

Daqui a menos de um mês estaremos adentrando no inverno pela referência oficial. Mas nesses dias já se experimentou alguma coisa do que isto significa. Neste mês de maio foi necessário tirar os agasalhos e cobertores dos armários pois o frio chegou com intensidade.

O inverno do sul, diferente do norte e nordeste, é uma época de muito frio e chuva, normal neste tempo. Recomenda-se agasalhar, manter o corpo quente, alimentar-se de forma saudável, beber bastante líquido, para que o organismo suporte este tempo de baixas temperaturas.

Um organismo fortalecido por uma alimentação saudável suporta com mais facilidades este tempo de baixas temperaturas.  É a dimensão do cuidado físico da travessia do inverno.

 Também são importantes outras atitudes. Devemos, no inverno, manter o coração aquecido pela prática do amor, da solidariedade e da misericórdia, mediadas no empenho pela boa convivência, a alteridade e a compreensão do outro.  Jamais esquecer a prática da caridade. Um pouco de comida, um agasalho, uma palavra amiga costumam fazer bem. Como tem aumentado o número de pessoas necessitadas na nossa região, esta prática se torna cada vez mais necessária. Segundo o Papa Francisco: “cada cristão e cada comunidade são chamados a ser instrumentos de Deus a serviço da libertação e promoção dos pobres, para que possam integrar-se plenamente na sociedade; isto supõe estar docilmente atentos, para ouvir o clamor do pobre e socorrê-lo” (EG 187).

O inverno como fenômeno climático é normal no ciclo da natureza. Basta nos prepararmos para atravessá-lo.   O inverno existencial, o fechamento no mundo egoísta, pode ser evitado. Fazemos isto mantendo nosso coração aquecido através caridade transformadora.

Leia Também Governador eleito caindo na realidade Bolsonaro, 2019!!! Comer doce vicia? 560 mil quilômetros de histórias e contando