UPF homenageada pelos seus 50 anos na Assembleia Legislativa

Compartilhe
O espaço do Grande Expediente Especial da sessão plenária da Assembleia Legislativa nesta quarta-feira (6) foi ocupado pelo deputado Vilmar Zanchin (MDB), que fez homenagem aos 50 anos da UPF (Universidade de Passo Fundo).
 
Da tribuna do Plenário 20 de Setembro, o parlamentar ressaltou, inicialmente, o importante papel da maior instituição de ensino superior do Norte do Estado “não só na minha formação, mas igualmente na elevação intelectual dos meus conterrâneos. É uma honra, para todos nós, desta Casa, receber os representantes da Universidade de Passo Fundo para serem homenageados no Legislativo rio-grandense, em nome de toda a comunidade acadêmica”, reforçou.
 
Segundo enfatizou o emedebista, só o conhecimento é capaz de produzir transformações sociais profundas, “algo comprovado ao longo da história. Quando um aluno ingressa no ensino superior, ele sabe que uma mudança acontecerá na sua vida, influenciará sua família, seus amigos e a relação com o meio onde ele vive. A educação liberta”, resumiu.
 
Transformar realidades
Recordou que foi um de tantos estudantes que ingressaram no ensino superior pensando em transformar realidades, “especialmente, na época, em transformar a realidade da região de Passo Fundo e de Marau, minha terra”, acrescentando que a década de 1990 foi um período frutífero para a educação no Brasil. “Anos antes, o ensino superior era um privilégio para poucos. Era a elite que encontrava espaço nas universidades, que ficavam nas capitais e em grandes centros do país”, citou. “No interior, distantes dos grandes centros, quantos indivíduos mantinham o sonho de cursar a faculdade pensando em mudar de condição social?”, indagou.
 
Observou que, como acadêmico da UPF, acompanhou o crescimento da instituição e o processo de mudança para uma estrutura multicampi, “num verdadeiro processo de interiorização”, comemorou. Atualmente, adendou, são três campi em Passo Fundo, sendo que as cidades de Carazinho, Casca, Lagoa Vermelha, Sarandi e Soledade também possuem unidades universitárias.
 
Conforme Zanchin, o fortalecimento e a modernização da UFP confunde-se com o progresso de Passo Fundo, “na medida em que o mais importante papel da universidade é a transformação social que passa a acontecer nas comunidades onde ela está inserida, por meio do ensino, da pesquisa e da extensão”, frisou. “Onde existe uma instituição de ensino superior arraigada na responsabilidade social e na humanização de um bom profissional, existe progresso”, emendou o parlamentar.
 
Conhecimento e desenvolvimento
Avaliou que o caminho apontado pelo conhecimento é o do desenvolvimento econômico, cultural, social. “É o mesmo caminho que leva à tecnologia e à inovação, não havendo fronteiras para o conhecimento”, considerou. Lembrou que muitos dos mais de 75 mil profissionais formados pela UPF estão contribuindo para o desenvolvimento do Estado, do Brasil e também no exterior. “Seja na prestação de serviços, no ensino ou na área da pesquisa, a universidade é, hoje, referência em educação superior no Rio Grande do Sul e no país”, sublinhou.
 
Ainda de acordo com o deputado, avaliações que chegam à UFP, por parte do Ministério da Educação bem como pesquisas publicadas pelo jornal Folha de São Paulo e Editora Abril, comprovam o bom desempenho. “No ano passado, no ranking universitário da Folha, a instituição universitária se destacou na décima sexta posição entre as universidades privadas do Brasil. Na avaliação, medicina veterinária aparece em primeiro lugar como o melhor curso entre as universidades privadas do RS. Agronomia garantiu o segundo lugar”, informou.
 
Também se destacaram os cursos de Medicina, Odontologia, Pedagogia e Química, que ficaram em terceiro lugar entre as instituições. “O curso de Direito, do qual fiz parte com orgulho, é reconhecido pelo selo internacional de qualidade recomendado pela OAB”, apontou, recordando que, da Assembleia, a UFP já recebeu a Medalha Responsabilidade Social e o Prêmio de Responsabilidade Social.
 
Nascimento
Igualmente destacou que a data de 6 de junho marca o dia em que o decreto de reconhecimento da UFP foi publicado no diário oficial da União, em 1968, assinado pelo presidente Costa e Silva e pelo ministro da educação Tarso Dutra, no Palácio Piratini. “No começo, eram pouco mais de dois mil alunos, em seis faculdades. Hoje, mais de 18 mil alunos estão matriculados em cursos de graduação, pós, extensão, UPF idiomas e integrado UPF”, anunciou.
 
Vilmar Zanchin disse, também, da necessidade de reflexão sobre o papel da educação. “Ali estão as bases do desenvolvimento de uma sociedade, ferramenta de superação ao retrocesso e ao subdesenvolvimento. Único meio pelo qual os mais carentes podem melhorar a qualidade de vida de suas famílias. Façamos esta reflexão, nesta Casa, como representantes da sociedade”, ponderou.
 
Ao final, observou que o papel da universidade está bem marcado em sua missão: “produzir e difundir conhecimentos que promovam a melhoria da qualidade de vida e formar cidadãos competentes, com postura crítica, ética e humanista, preparados para atuarem como agentes de transformação”, e, na pessoa do reitor José Carlos Carles de Souza, “parabenizo a comunidade acadêmica, pelo serviço prestado ao desenvolvimento e à pujança. Em meio século, a UPF ajudou a transformar sua região de atuação, evidenciou o progresso e auxiliou no crescimento de municípios”, ressaltou o parlamentar do MDB.
 
Apartes e autoridades
Em apartes, manifestaram-se os deputados, Sério Turra (PP), Gilmar Sossella (PDT), Altemir Tortelli (PT), Any Ortiz (PPS), Catarina Paladini (PSB) e Gilberto Capoani (MDB).
 
Compuseram a mesa das autoridades, o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia do RS, Evandro Fontana, representando o governador Sartori; o prefeito de Passo Fundo e ex-deputado da ALRS, Luciano Azevedo; o vice-prefeito João Pedro Nunes; o reitor da UPF, José Carlos Carles de Souza; e a vice-diretora de Extensão e Assuntos Comunitários, e reitora eleita, Bernadete Maria Dalmolin. Os dirigentes da UPF receberam placa alusiva à homenagem.


Fonte: Assessoria AL.

Leia Também Falso empresário que tentou negociar jogadores da dupla Grenal é alvo de busca e apreensão Cruzeiro é hexa da Copa do Brasil Dona é condenada à detenção por maus-tratos e abandono de cachorra Encontrão de Mulheres da Coasa reúne 850 participantes