O que sua foto de perfil diz sobre você

Postado por: Ionara Lermen

Compartilhe

Profissional, aventureiro, amável? O que sua foto de perfil nas Redes Sociais ou no WhatsApp diz sobre você? Elas são muitas vezes a primeira impressão que passamos aos outros na internet. Em consultoria de Marketing ouço muito essa pergunta: “Você acha que minha foto de perfil está boa?” Depende aonde você quer chegar! Vamos buscar responder a essa pergunta no post de hoje e unir o útil ao agradável: Seus objetivos de vida com a sua foto de perfil.

Uma das funções psicológicas das fotos é preservar a memória autobiográfica. São recordações intrínsecas do que somos e o que fazemos ao longo da vida. Diante de uma câmera nos sentimos tão observados que, intuitivamente, fazemos pose ou melhoramos nem que seja minimamente a expressão facial. Ninguém fica indiferente ao se perceber gravado ou fotografado. De maneira consciente ou não, buscamos projetar uma imagem mais positiva de nós mesmos. Por isso, atrás de uma foto se oculta um universo de personalidade a ser descoberto.

Nas redes sociais, como o Facebook, as fotos são um atestado de imagem; E um dos desafios mais importantes é a tão difícil escolha ‘da foto do perfil’. Rotuladora. Passível de julgamento. Capaz de aproximar ou distanciar oportunidades pessoais e profissionais. Por que escolhemos essa e não aquela outra? O que esta foto fala sobre nós? A ciência nos evidencia alguns traços:

Na Universidade do Texas, foi solicitado que estudantes avaliassem o perfil de cinco pessoas novas que acabavam de conhecer pelo Facebook. Sua tarefa era colher a maior quantidade de dados possíveis sobre a personalidade desses novos amigos. Na sequência os pesquisadores fizeram contato com as pessoas avaliadas por foto e as submeteram a um teste de personalidade. Foi observado que quem teve a missão de avaliar a personalidade não se enganava sobre as características que descobriu pelo Facebook. E você? Faz esse tipo de análise ao aceitar novos amigos? Ao ser contatado no Whatsapp por alguém diferente? E como anda a sua foto de perfil?

Um estudo apresentado na Conferência Internacional de Web e Social Media, na Alemanha, começou analisando os perfis do Twitter de 66 mil usuários. Para isso, os cientistas usaram o Big Five, os 5 Grande Fatores de personalidade, o modelo mais reconhecido pela ciência para avaliar seus traços psicológicos. São eles: neuroticismo (instabilidade emocional), extroversão, amabilidade, escrupulosidade (responsabilidade moral) e abertura para novas experiências. Cada participante teve seus 3.200 tweets mais recentes analisados e classificados de acordo com esses cinco traços. Depois, os cientistas cruzaram essas informações com as características das fotos de perfil de cada um. Eles descobriram que:

1.   Pessoas que tiraram uma nota alta em escrupulosidade — aquelas que são disciplinadas e com um forte senso moral — sorriem nas fotos e tendem a aparecer sozinhas e não com amigos.

2.    Usuários que se mostraram bastante abertos a novas experiências escolhiam fotos mais artísticas, com ângulos e cores diferentes.

3.   Os “neuróticos” tinham uma tendência bastante forte a não aparecerem na imagem. As fotos de perfil exibiam um objeto ou personagem, por exemplo, mas quase nunca mostravam o rosto.

Nos EUA, outra pesquisa analisou centenas de perfis do Facebook. A metade correspondia a norte-americanos e a outra metade a pessoas de Taiwan. Curiosamente, os taiwaneses tendiam a optar por imagens onde se apreciava melhor o contexto (lugar, paisagem, espaço em que estavam, natureza, ambiente) enquanto os norte-americanos preferiam fotos onde se vissem melhor os seus rostos com poucos detalhes do contexto (acho que no Brasil não seria muito diferente, somos os reis do “close ostentação” preocupados com nossas peles, cabelos, sorrisos, campeões da estética).

Como dica final, use fotos bem focadas mais de close, centradas em “você” para reforçar arquétipos de autoestima e segurança. Use fotos que privilegiem mais o contexto a sua volta para arquétipos de sensibilidade artística e altruísmo. Fotos “de casal” reforçam sua prioridade familiar. Foto do filho lhe qualifica como aquele que o tem como prioridade em sua vida. Fotos com caricatura ou artísticas (preto e branco, efeitos etc) denotam sensibilidade artística.  Fotos de perfil em grupo (com muitos amigos, festas) denotam ser uma pessoa bastante influenciável, o que pode ser bom ou ruim, conforme seus objetivos. Muita atenção para fotos de personagens, emojis e o “não mostrar” o rosto, podem denotar infantilidade, timidez, excesso de introversão, além é claro de correr os riscos de parecer um perfil fake.

Atenção: As características mais fáceis de identificar em uma foto de perfil são introversão ou extroversão, estabilidade emocional e a abertura a novas experiências. Pense nelas e “fotografe-se” melhor. Estrategicamente!

Certifique-se de que está enviando a mensagem correta sobre você.

________________________________

Ionara Lermen é Publicitária. Mestre em Comunicação e Semiótica. Especialista em Criação para Multimídias. Está à frente de @iomidia, onde atua com Marketing para Redes Sociais.

Leia Também 25º Domingo do Tempo Comum. Municípios devem participar do censo SUAS O político honesto e seu Fusca. Uma incrível história real. Sabedoria