Total de casos de toxoplasmose sobe para 594 em Santa Maria

Compartilhe

A Prefeitura de Santa Maria e o governo estadual atualizaram para 594, nessa sexta-feira (29), o número de casos confirmados de toxoplasmose, em cerca de um mês e meio, no município. Foram mais 25 contraprovas em laboratório atestando a enfermidade, na comparação com a semana passada. O motivo do surto ainda é desconhecido.

Conforme o boletim, Santa Maria contabiliza 1.563 casos notificados de pacientes com sintomas, sendo 1.291 considerados suspeitos de toxoplasmose. Desses, 262 foram descartados e 435 seguem sob investigação.

Dos 594 pacientes que adoeceram, 44 eram mulheres grávidas, conforme o balanço. Houve dois abortos e três óbitos fetais, além de dez casos de toxoplasmose congênita, quando o bebê desenvolve a doença até o 61º dia de vida. Já entre os casos ainda investigados, 151 envolvem gestantes.

Causa

Na terça-feira passada, técnicos do Ministério da Saúde estiveram em Santa Maria para apresentar as análises realizadas até agora. Conforme os profissionais, o trabalho de investigação da origem do surto segue e não há, ainda, a confirmação exata do foco da contaminação. No entanto, os técnicos explicaram que, após uma análise preliminar, existem duas possibilidades para a origem do surto: água ou hortaliças contaminadas com protozoário vetor.

Mesmo com a apresentação dessas possíveis origens, os profissionais enfatizaram a necessidade de a comunidade manter as medidas de prevenção, como consumir água fervida ou filtrada e lavar hortaliças e demais alimentos com rigor.


*Rádio Guaíba

Leia Também Bazar da APAE acontece nesta terça-feira Passo Fundo Solidária: ganhador do leilão, Kaizer Viebrantz, recebe faca personalizada das Rádios Planalto Motoristas profissionais com toxicológico realizado há mais de dois anos e meio devem renovar o exame Avião tem pane seca ao sair de aeroporto e vigilante confessa furto de combustível