Criminosos vão e a polícia vem!

Postado por: Ronaldo Rosa

Compartilhe

Se pararmos para analisar, o mundo do crime é muito interessante. Os criminosos precisam, necessariamente para ir bem, ser espertos. Uma das observações que eles fazem está naquela máxima que diz que “santo de casa não faz milagres”. Por isso os criminosos daqui saem agir em outras regiões do país. É o caso dos estelionatários, do conto do bilhete premiado. Passo Fundo é tido como a maior maternidade desses criminosos e um dos locais preferidos do pessoal daqui aplicar o golpe é em Santa Catarina. Nessa semana, policiais daquele Estado, com o apoio dos daqui realizaram diversas batidas para “buscar” os malandros que foram daqui, tirar os de lá para bobo. Ou seja, os criminosos vão e a polícia vem.

 

Novela da área da Manitowoc

Uma audiência de conciliação foi realizada nesta segunda-feira, para chegar a um acordo sobre a área concedida pelo município a empresa Manitowoc. Como a maioria sabe, a multinacional  foi embora de Passo Fundo, deixando para trás uma grande área e um grande investimento. Muitos meses se passaram e o local segue abandonado, não servindo para nada de útil à cidade e a população e pelo jeito vai ficar por mais um bom tempo, pois não se chegou a um acordo nessa audiência. Nesse momento é de se lamentar, pois, não fosse uma ação na Justiça, que impediu o município de negociar a área, a situação estaria resolvida. O município já teria sido ressarcido dos cerca de R$ 10 milhões investidos dos cofres públicos, a área estaria sendo produtiva e ainda por cima melhoraria a logística em outras áreas do centro da cidade. A Comercial Zaffari apresentou uma proposta para adquirir a área, com isso sairia do centro da cidade, o que aliviaria o tráfego, principalmente de caminhões. Como vai terminar esta novela, eu não sei, mas espero que questões políticas não estejam acima dos interesses da população, não se pode prejudicar a cidade, por questões pessoais. Se o objetivo da ação era garantir a devolução da área ao município ou o ressarcimento aos cofres públicos, conforme foi dito pelos autores da ação, então ela nem precisava ter existido, pois já havia uma proposta concreta para esse fim. A população precisa estar atenta a esse caso e cobrar uma solução, quando mais tempo esse processo se arrasta mais a cidade é prejudicada. Afinal, querem o bem comum ou “brigar” por interesses pessoais? Esse é o questionamento. Vamos ver por quanto tempo ainda esta área vai ficar abandonada.

 

Dizem por aí... Que a empresa Manitowoc poderá comprar definitivamente aquela área do município e aí negociar com quem ela quiser. Será verdade?

Leia Também Selvageria nas ruas de Passo Fundo Temos muitos “Adélios” andando por aí! Maioria dos eleitores é contra misturar religião com política Não respeitam os vivos, quem dera os mortos!