Biotério da UPF será inaugurado na sexta-feira

Compartilhe

A Fundação Universidade de Passo Fundo (FUPF), a Universidade de Passo Fundo (UPF) e o Instituto de Ciências Biológicas (ICB) realizam, na sexta-feira, 13 de julho, a inauguração das novas instalações do Biotério da UPF. Será às 10h30min, no Prédio O8, Campus I, próximo ao Hospital Veterinário. O novo espaço terá uma estrutura moderna e atualizada e atenderá à pesquisa realizada na Universidade.

Os biotérios funcionam como viveiros em que se conservam animais em condições adequadas à utilização em experimentos científicos ou em aulas práticas de diversos cursos.  O novo biotério dará mais condições para que as pesquisas feitas na Instituição e também aquelas realizadas por meio de parcerias com outras universidades e órgãos de fomento sejam cada vez mais qualificadas, atendendo a todos os cursos das áreas biológicas, de saúde e agrárias, com possibilidade tanto de manutenção de animais quanto de desenvolver ações de experimentação. 

Com estreito vínculo com a Comissão de Ética no Uso de Animais (Ceua), o Biotério tem como objetivo manter de forma adequada, higiênica e com preceitos de bem-estar, todos os animais usados em sala de aula ou em pesquisas na Universidade. O vice-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da UPF, professor Dr. Leonardo José Gil Barcellos, destaca que o espaço moderno e qualificado será uma importante ferramenta para ampliar ainda mais as pesquisas realizadas. “O Biotério é ligado ao ICB, mas o local será para o uso de toda a Instituição. A estrutura permite condições ideais de alojamento para qualquer tipo de animal que venha a ser utilizado nos experimentos científicos. O local, mais amplo e qualificado, foi construído dentro dos conceitos mais modernos de separação de áreas, espécies de animais e bem-estar”, reitera. 

O investimento é de quase um milhão de reais. Em 2013, a UPF, com o suporte da Vice-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (VRPPG), participou de um edital da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) para a construção do novo Biotério. Para a elaboração do plano e a conquista dos recursos, além do suporte da Vice-Reitoria, o projeto contou com o apoio dos programas de pós-graduação que utilizam animais em suas pesquisas e do ICB, unidade à qual é vinculado. 

Foto: Silvia Brugnera

Leia Também Escola Padre Anchieta abre as portas para a literatura 1ª Semana Passo Fundo de Cinema acontece de 24 a 30 de setembro Invernada da Escola Bom Pastor visita a Rádio Planalto UPF lança movimento “Educar é a nossa ação”