Frente a Frente: a importância da avaliação física

Compartilhe

No programa Frente a Frente desta terça-feira (24), Ari Machado conversou com dr. Gilnei Lopes Pimentel, coordenador do Laboratório de Biomecânica da UPF e o dr. cardiologista José Basileu Caon Reolão para falar sobre avaliações físicas para atletas.

Os convidados abordaram assuntos em torno das avaliações físicas e cuidados com a saúde de esportistas.

Muitas pessoas se preocupam apenas com lesões externas e machucados que podem ser tratados, ignorando o foco que deveria ser dado preventivamente desde o princípio, se feito os seguintes questionamentos: ‘’Eu posso realizar este tipo de esporte?’’ e “Se eu posso, a partir de quais condições?”

Melhorar a performance como educador físico é para um segundo momento, o primeiro é saber se a pessoa pode ou não realizar tal atividade.

Antigamente, por exemplo, para cursar uma faculdade de Educação Física, o aluno deveria apresentar um atestado médico de um cardiologista para poder frequentar as aulas, além de outros pré-requisitos.

"Um período de grandes exageros"

Existem alguns equívocos sobre a prática de atividades físicas, como os que consideram os jovens imunes, ignorando que também há índices de doenças cardíacas que afetam a faixa etária em torno dos 20 anos.

Outro problema e equívoco muito frequente informado pelos doutores, é referente aos efeitos da atividade física, que muitos acham que são permanentes, como os que praticam esporte por um período, depois param, retornam algum tempo depois, sem nenhuma preparação pois acham que independentemente da pausa, o desempenho continua o mesmo.

Confira a entrevista completa CLICANDO AQUI, através da live disponibilizada na Página de Facebook da Rádio Planalto.

Leia Também Hospital São Vicente de Paulo divulga nota sobre atendimentos IMED e HC inauguram Hospital Escola Ex-ministro Chioro palestrou sobre o SUS na IMED Tchêquinho mobiliza Câmara em repúdio ao fechamento da emergência do HSVP