Sobe para 634 número de casos confirmados de toxoplasmose em Santa Maria

Compartilhe
Imagem: Divulgação Prefeitura Santa Maria   Imagem: Divulgação Prefeitura Santa Maria 

A Prefeitura de Santa Maria e o governo estadual atualizaram, nessa sexta-feira (27), os dados referentes aos casos de toxoplasmose registrados desde a metade de abril no município. Conforme o relatório, Santa Maria contabiliza 1.813 casos notificados, com 1.516 considerados suspeitos e 237 ainda pendentes de classificação. Dos casos suspeitos, 634 foram confirmados por meio de contraprova em laboratório – 13 a mais em relação a quinze dias atrás. Outros 353 foram descartados e 529 seguem sob investigação. As causas da enfermidade ainda não se esclareceram, mesmo depois de três meses de investigação, com apoio do Ministério da Saúde. A suspeita principal é de que o protozoário tenha se proliferado em água contaminada.

No boletim, consta, ainda, a relação atualizada de casos por bairro de Santa Maria. De acordo com o documento, o Tancredo Neves é o que registra o maior número de pessoas com a doença: 90. Em seguida, aparecem os bairros Pinheiro Machado, Nova Santa Marta, Juscelino Kubitschek e Centro, com 87, 53, 51 e 37 casos cada, respectivamente.

“Seguimos aguardando os demais resultados das análises de amostras de água e ainda temos casos positivos para investigar. O surto, aparentemente, está estabilizado, mas não podemos dispensar ainda os cuidados básicos de prevenção”, explicou o superintendente da Vigilância em Saúde do Município, Alexandre Streb.

Clique aqui para acessar o fluxograma com o número de casos e, aqui, para acessar a relação de casos por bairro.

Leia Também Hospital São Vicente de Paulo divulga nota sobre atendimentos IMED e HC inauguram Hospital Escola Ex-ministro Chioro palestrou sobre o SUS na IMED Tchêquinho mobiliza Câmara em repúdio ao fechamento da emergência do HSVP