Seis morrem em chacina em Caxias do Sul

Compartilhe

Seis assassinatos foram registrados na noite dessa quinta-feira em Caxias do Sul, na Serra gaúcha. Os crimes aconteceram em um intervalo de uma hora e estão, segundo a polícia, ligados ao tráfico de drogas.

Em um dos casos, quatro pessoas, sendo dois homens e duas mulheres, foram mortas a tiros no bairro Planalto. Conforme a Brigada Militar, a chacina aconteceu por volta das 20h, em um local conhecido como “Beco da Esperança”.

Ainda segundo a BM, quatro homens se aproximaram em um conhecido ponto de tráfico de drogas e efetuaram diversos disparos em direção às vítimas que estavam em frente a uma residência. As vítimas da chacina foram identificadas como Tatiane Vidal da Silva, 19 anos; José Wiliam Oliveira Machado, 22; Cássia dos Santos Valadão, que estava grávida de oito meses, e Emerson Dias da Luz Ferreira, 38.

Outros dois casos

Por volta das 19h, a BM atendeu outra ocorrência no bairro Castelo. Um homem morreu vítima de disparos no interior de um estabelecimento conhecido como “Bar do Vacaria”, na rua Euclides Triches. A vítima identificada como Luís Eduardo Bigelmeyer dos Santos, 34 anos, estava trabalhando no bar quando um homem chegou e atirou. Santos morreu na hora.

Logo depois, por volta das 20h, no bairro Panazzolo, em uma lavagem, um homem também foi morto a tiros. A vítima identificada como Maicon Bordin, 38 anos, estava participando de um churrasco que estava sendo organizado no local. Dois homens chegaram em uma moto e um deles desceu e disparou contra a vítima que morreu no local.

Com essas mortes, Caxias do Sul inicia o mês agosto com seis mortos de forma violenta. Julho, o mês mais violento do ano até agora na cidade, terminou com o saldo de 21 mortos. Desde o início deste ano, Caxias contabiliza 80 assassinatos.

___
Créditos: Rádio Guaíba 

Leia Também Tudo dominado: 3º BOE na linha de frente contra o crime DEFREC captura foragidos em Passo Fundo Brigada Militar receberá doação para equipamentos de proteção para ROCAM Polícia Civil realiza prisões e apreensões com a Operação Breaking Bad