Feminicídios em alta no Brasil

Postado por: Ronaldo Rosa

Compartilhe

É preocupante o crescimento de mortes violentas de mulheres, na maioria executadas por homens, normalmente doentes de ciúmes, que não aceitam o final de um relacionamento. O Estado tem feito a sua parte, lenta, como em todas as áreas, é verdade, mas tem feito. A própria lei Maria da Penha, tenta prevenir e impedir tragédias, mas ainda não é suficiente para impedir o crescimento dos índices que variam em cada região do país, mas que colocam o Brasil como a quinta maior taxa de feminicídios, entre todos os países do mundo. Além de ser um crime hediondo, o Judiciário não tem poupado na condenação de crimes desta natureza.

 

Tratamento psiquiátrico e espiritual para os covardes

Investir em tratamento de saúde e espiritual para os autores pode ser uma boa. Isso que aqui me refiro apenas às mortes, mas os casos de agressões físicas e psicológicas contra as mulheres são milhares e milhares todos os dias e os covardes de hoje, serão os assassinos de amanhã. Outra questão que precisa ser incentivada nestes casos é a denúncia. Não basta a mulher comentar que apanha ou que foi agredida de alguma forma, somente com familiares ou pessoas mais próximas, precisa denunciar na polícia, para dificultar que isso vire uma bola de neve.  


Passeio público em debate na Planalto

Neste sábado, das 10 às 11 horas, o programa Frente e Verso, vai tratar das condições dos passeios públicos/calçadas, em Passo Fundo. A coisa está crítica, falta conscientização, por parte do proprietário do imóvel e fiscalização por parte do Poder Público. O pedestre está sendo obrigado a caminhar pela rua, correndo risco de atropelamento. Entre os problemas estão à inexistência de pavimentação, com o espaço tomado pelo mato, pedras soltas, buracos, o que para idosos, gestantes, obesos e outras categorias significa uma verdadeira armadilha. Acompanhe e participe do programa com sugestões para melhorar a nossa cidade.

 

Dizem por aí... Que os covardes de hoje, que agridem as mulheres, serão os assassinos de amanhã. Será verdade?

Leia Também Linda ou ridícula? Muito obrigado Dom Urbano! O respeito à propriedade alheia CNBB: qual a nossa missão?