Quais os perigos de comer carne mal passada?

Postado por: Jureci Machado

Compartilhe

Comer carne mal passada pode ser preferência de várias pessoas, mas no entanto devemos cuidar, pois o consumo de toda carne  que não passou pelo tratamento térmico adequado, possui um risco e não deve ser feito sem atenção. Esse risco só é eliminado com a cocção ou fritura da proteína em temperaturas superiores a 70 graus. A carne consumida malpassada possui menos risco do que a carne crua, mas não está livre de contaminação como uma carne bem passada.

Os principais riscos são as contaminações por microorganismos, como enterobactérias (que vivem no trato intestinal), vírus e protozoários. Na carne bovina e de porco podem ser encontrados salmonela, a shigella e escherichia-coli. No salmão podemos encontrar listeria ou o parasita Diphyllobothrium latum.

Alimentos contaminados pelo parasita Toxoplasma gondii provocam a toxoplasmose, uma doença pode não ter sintomas, mas quando se manifesta apresenta aumento de gânglios, febre, dor muscular e dor de cabeça, que persistem por semanas. É perigosa principalmente em pessoas imunodeprimidas e grávidas, causando aborto espontâneo.

O processo de absorção das proteínas se torna mais eficaz quando submetido ao tratamento térmico mantendo toda a superfície dessa carne de forma homogênea ao cozimento.


Leia Também Pobreza de propostas em campanhas eleitorais Alimentos aquecidos a altas temperaturas e risco de câncer Armando, Nicanor e Itamar. Nossa Senhora Aparecida, clamamos por paz!