22º Domingo do Tempo Comum.

Postado por: Maria Vani Gehlen Ramos

Compartilhe
Senhor, quem há de morar em vosso tabernáculo? - Salmo 14,1a.
Evangelho de Jesus Cristo, escrito pelo evangelista Marcos 7,1-8.14-15.21-23 nos traz novamente a exortação de Jesus para que nos conservemos puros e diz mais: "nada há fora do homem que, entrando nele, o possa manchar; mas o que sai do homem, isso é o que mancha o homem". No nosso interior, mente e coração, são os que produzem o mal e o exteriorizamos com nossos atos e atitudes. É fácil notarmos quando uma pessoa não consegue esconder a sua maldade, quando despreza o seu semelhante e se sobrepõe ao seu irmão. Vícios que contaminam o ser humano e a sociedade que precisam ser combatidos com: o amor, a solidariedade, a justiça, a misericórdia, a verdade, a paz e a entrega às necessidades do próximo. 
Queremos e pedimos um mundo melhor, mais humano, mais igualitário e não percebemos que precisamos começar por nós mesmos, em primeiro lugar. É impossível termos paz na família, no trabalho e no convívio com os outros se não corrigirmos a nós mesmos.  
Somos convidados, como seguidores de Jesus e autênticos cristãos a, com nossas atitudes e o nosso testemunho, levar a verdade, a justiça e a autêntica fraternidade a todos aqueles que fazem parte de nossa caminhada. 
Bom domingo, na paz do Senhor.

Leia Também Pobreza de propostas em campanhas eleitorais Alimentos aquecidos a altas temperaturas e risco de câncer Armando, Nicanor e Itamar. Nossa Senhora Aparecida, clamamos por paz!