Após ser liberado por alguns dias, detento efetua furto

Compartilhe

Durante patrulhamento em Passo Fundo, os militares do 3º Batalhão de Operações Especiais abordaram Gilberto Miranda de Andrada, que é apenado e estava com liberação de sete dias.

Na abordagem, os PMs notaram que o homem estava com uma máquina serra circular nova, que foi furtada da loja de materiais de construção, na Vila Fátima.

No local do crime,  a vidraça estava quebrada. Então, o autor foi detido.

O suspeito ainda tentou se desfazer do item, mas os militares notam que era o produto de furto.

O homem recebeu voz de prisão e foi encaminhado até a DPPA para serem tomadas as devidas providências.

A saída temporária é um direito individual do preso em regime semi-aberto que, tendo tido bom comportamento e tendo cumprido mais de um determinado percentual da pena (normalmente um sexto), tem o direito de sair até 5 vezes por ano, por até 7 dias consecutivos, sem escolta policial. Em outras palavras, é uma ‘amostra’ de liberdade dada ao preso que tiver tido bom comportamento, uma forma de socialização do condenado que em breve estará de volta à comunidade em tempo integral.

Já as visitas normalmente feitas no Natal e no dia das mães são feitas através do indulto, que não é um direito previsto em lei, mas uma concessão dada voluntariamente pelo presidente da República para todos os condenados que se encontrem em determinada situação. O indulto é voluntário, ou seja, o presidente não é obrigado a decretá-lo. Ele é um direito, e não uma obrigação, do presidente. Ele pode simplesmente decidir que não quer concedê-lo.

Leia Também Tudo dominado: 3º BOE na linha de frente contra o crime DEFREC captura foragidos em Passo Fundo Brigada Militar receberá doação para equipamentos de proteção para ROCAM Polícia Civil realiza prisões e apreensões com a Operação Breaking Bad