Tudo preparado para o sucesso do 3° Canto Galponeiro

Compartilhe
Começa nesta quinta-feira, 18, e prossegue até o sábado, 20, no Gran Pallazo, em Passo Fundo, a terceira edição do Canto Galponeiro.  A transmissão todas as noites será realizada pela Rádio Planalto FM (105.9).

O Festival Galponeiro tem por finalidade o regresso às origens que significa uma redescoberta das fontes dos mais genuínos valores culturais do nosso estado, os quais devem ser aprimorados e mantidos. Faz-se isso através do cultivo à temática regional com a apresentação de músicas galponeiras, buscando a preservação da cultura musical, literária e histórica do Estado do Rio Grande do Sul. Pretende-se com isso contribuir para o resgate de uma “consciência gaúcha”. Tendo em vista a falta de um evento como esse em Passo Fundo é que se justifica a realização desse Festival que busca, além de acender o gosto pelo nativismo gaúcho, demonstrar emoções que traduzam, em versos, o amor pela nossa cultura, pela nossa terra. 



Confira a programação:

Dia 18 de outubro

- FASE LOCAL
- Show Nenito Sarturi.
- Show Jari Terres.

Dia 19 de outubro

- FASE GERAL
- Show Marcelo Caminha.
- Show Délcio Tavares.

Dia 20 de outubro

- FASE FINAL
- Apresentação das 14 músicas Classificadas.
- Show Jorge Guedes e Famíia.

Obras que estarão a palco no Gran Palazzo, de 18 a 20 de outubro, são elas:
FASE LOCAL
1) Basto, regeira e caminhos
Letra e Música: Clóvis Mendes
2) Quem volta ao galpão
Letra e Música: Clóvis Mendes
3) Timbre de Galpão
Letra: José Florenal da Silva 
Música: José Florenal da Silva e Ricardo Silva
4) Os bailes da minha terra
Letra: Moisés Silveira de Menezes
Música: Natalício Cavalheiro
5) Tua alma, meu cantar
Letra e Música: Jeferson Monteiro
6) Paisagem de galpão
Letra: Waner Sanches Barreto
Música: Guilherme B. Barreto
7) De birivas e tropeiros
Letra: Airto Timm
Música: Davi Reginatto
8)Assim Nasceu Passo Fundo
Letra: João Manuel Sasso e Heleno Damian
Música: João Manuel Sasso e Nicolas Leal
9) De alma aberta
Letra: João Manuel Sasso
Música: Eduardo Mendes
10) Sem carimbo
Letra: Jeferson Monteiro
Música: Fabiano Lengler e Wiliam Andrade

Suplentes:
1) O Rancho vazio
Letra e Música: Felipe Fogaça
2) Guitarra e alambrado 
Letra e Música: Luis Carlos Alves

FASE GERAL

1) Pra bailar uma milonga

Letra: Anomar Danubio Vieira

Música: Edilberto Bergamo
2) Quando encilho a colorada
Letra e Música: Carlos Eduardo Nunes
3) Destino Galponeiro
Letra e Música: Carlos Eduardo Nunes
4) Duas Cordeonas, duas almas e um chamamé
Letra: Joel Freitas Paulo
Música: Halber Lopes
5) Choro de coordeona
Letra: Eron Carvalho
Música: Marcio Correia
6) Será que há tempo pro tempo?
Letra: Jorge Luis Machado Rodrigues
Música: Rainer Spohr e Henrique Rodrigues
7) Onde a cordeona convida
Letra: Ricardo Santos
Música: Marcio Correia
8)Gaudério do tempo
Letra: João Pantaleão Gonçalves Leite e Mara Rubia Feldmann
Música: Walther Morais
9) Pra bailar à meia-canha
Letra: Arabi Rodrigues e José Luis do Santos
Música: Miguel Pereira
10) Tempo dos Mates
Letra: Caine Garcia e Cristiano Fantinel
Música: Halber Lopes
11) Enquanto atava o seu lenço
Letra: Igor Silveira
Música: Nilton Ferreira
12) Que mãos são essas?
Letra: Lauro Alves
Música: Jaime Ribeiro
13) Ausência
Letra: José Carlos Batista de Deus
Música: Raul Bitencourt
14) De vereda
Letra e Música: Saulo de Souza

Suplentes: 
1) Abre teu fole cordiona
Letra: Marçal Furian e Fábio Maciel
Música: Edilberto Bergamo
2) É bem assim
Letra: Máximo Fortes
Música: Penna Flores e Pedro Flores
3) Do Planalto Médio
Letra: Romulo Chaves
Música: Zulmar Benitez

 

 Acompanhe a participação do coordenador geral e idealizador do evento, empresário Adão Cirinei, em entrevista à Rádio Planalto (áudio).

Leia Também Professores municipais rejeitam índice oferecido pelo Executivo Fecars apresenta primeira etapa de resultados Empossados os novos professores municipais Medicina Veterinária da IMED promove 4ª edição do Trote Cãolidário