Luta permanente contra o crime

Postado por: Gilnei Fogliarini da Costa

Compartilhe

É impressionante a audácia e destemor dos criminosos ultimamente, eles cometem suas atrocidades de modo quase cinematográfico, e ao mesmo tempo constrangedor para a sociedade que se vê acuada tamanha ousadia. Mas ao mesmo tempo gratificante ver os agentes da segurança pública agindo nas mais diversas ações pelo Estado no combate a esses delinquentes. Apesar de alguns meios de comunicação distorcer a ação da Polícia querendo intitulá-la de covarde e violenta, mas policia só tem feito seu papel de restaurar a ordem pública e preservar a vida do cidadão de bem. Os nossos policiais, mesmo com salários atrasados têm enfrentado diuturnamente esse confronto sem baixar a cabeça, ao contrário, quando convocados dão o melhor de si para contra golpear o crime.

Na última semana foram vários os confrontos onde a Brigada Militar precisou enfrentar de frente bandidos altamente preparados e audaciosos, houve confronto e mortes, e infelizmente um inocente tombou, mas a atitude dos policiais foi estritamente profissional, atuando de forma técnica apenas para neutralizar a capacidade combativa do infrator.

A Polícia Civil também vem fazendo trabalho árduo para desarticular inúmeras quadrilhas, tráfico, roubos e clonagem de veículos, são prisões que tiram das ruas inúmeros infratores, potencializadores da sensação de insegurança que cresce no Estado. Os agentes da Superintendência de Serviços Penitenciários (SUSEPE) vêm diuturnamente tentando combater o tráfico de drogas e o acesso de celulares nos presídios, apesar de baixo efetivo e das condições de trabalho que disponibilizam. Como vimos a Brigada Militar, por seus policiais, não mede esforços na capital e no interior para prevenir e combater as ações dos criminosos.

Não poderia deixar, mais uma vez, de agradecer e parabenizar a todos, que de uma forma ou outra saem de casa todo dia para garantir a segurança da sociedade gaúcha.

Leia Também Nossa Senhora da Conceição Advento: Esperar com esperança Mais acessórios esdrúxulos para os Fuscas ICMS não integra a base de cálculo de contribuição previdenciária