Advento: Esperar com esperança

Postado por: Ari Antônio dos Reis

Compartilhe

No domingo passado iniciamos a caminhada do advento. O tempo do advento marca o início do Ano Litúrgico. A comunidade é motivada a preparar-se para o Natal que celebra a primeira vinda de Jesus Cristo, o Filho de Deus, entre os homens. Neste tempo, por meio desta memória, voltam-se os corações para a expectativa da segunda vinda do Cristo no fim dos tempos. Por este duplo motivo, o tempo do Advento é um tempo de piedosa e alegre expectativa. É marcado pela esperança. Esperamos a vinda do salvador e somos motivados a nos organizarmos para acolher o dom de Deus.

O Advento está dividido em quatro semanas que podem ser para a comunidade uma bonita caminhada de fé e esperança. Destacam-se João Batista, anunciador do Salvador, e Maria, que acolheu e deu para a humanidade o Filho de Deus. Cada semana é uma etapa especial enquanto itinerário de fé.

A primeira semana convida a refletir e rezar a necessária vigilância em vista da vinda do senhor. É uma vigilância com esperança e confiança em Deus.

A segunda semana convida a refletir e rezar a necessidade de preparar os caminhos do Senhor como orienta João Batista. Somos motivados, junto com a família e a comunidade de fé nos organizarmos para acolher o Salvador da Humanidade.

A terceira semana convida a alegria diante do sinal do amor de Deus. A comunidade é convidada a rezar e refletir as atitudes concretas que revelam a preparação para acolher o Salvador da Humanidade. É a alegria reforçada pela ação comprometida com a proposta de Jesus.

A quarta semana lembra a contribuição humana para que a obra salvadora aconteça. Deus contou com Maria e José para concluir o seu projeto de amor. O sim de Maria foi confirmado com alegria de Isabel ao receber a mãe do Salvador.

O símbolo deste tempo, a coroa advento, vai demarcando a caminhada de quatro semanas. É configurada em forma de círculo simbolizando a nova aliança de Deus com a humanidade. A forma circular dá também o sentido da eternidade.  Ela é ornada com ramos verdes que comunicam a esperança e uma fita vermelha que simboliza a cor do fogo e do sangue, indicativo do sacrifico na cruz. As quatro velas serão acesas no decorrer das semanas, simbolizando que a luz do salvador vai se intensificando a medida da caminhada e aproximação do Natal, quando a luz nos é dada em plenitude.

Vivamos o advento como um tempo de graça. No menino que vai nascer Deus manifesta seu amor de forma plena e cada ser humano é motivado a acolher este amor.

Leia Também Curiosidades sobre o Fusca Como fica o Congresso após a aprovação da Reforma da Previdência? Com sapato ou sem sapato O bom samaritano