Vêm aí momentos ainda mais difíceis para o funcionalismo do Estado

Postado por: Ronaldo Rosa

Compartilhe

O Governador Sartori, que já está de malas prontas para deixar o palácio, com certeza teve uma votação muito baixa entre os servidores do Estado, principalmente os da segurança pública e educação, por conta dos atrasos e parcelamentos de salários. Mesmo compreendendo a situação dos trabalhadores que com razão se indignaram com a situação, o certo é que o governador fez o que pode para manter os compromissos e tentar recuperar as finanças do Estado. A tendência agora é que esse quadro continue e até se agrave a partir do ano quem vem. Não tem mágica ou o novo governador paga salários ou faz alguma coisa em prol de toda a população. Não tenho dúvidas que se faltar dinheiro os servidores continuarão sendo sacrificados. Diferente do Governo Sartori onde os problemas com salários iniciaram a partir da metade do mandato, nesse novo governo eles devem iniciar bem antes.

 

Semana da Bíblia

Estamos na Semana da Bíblia, estabelecida por lei federal e até municipal. Trata-se do livra mais vendido e lido pela humanidade. A Bíblia está presente em mais de 80% dos lares brasileiros. Além do notório destaque comercial, a Bíblia é um manual de vida para muitos, que buscam através da “palavra” exemplos, orientação, correção, amor ao próximo, enfim quem lê a Bíblia, salvo algum problema psicológico, tende a ser um cidadão cada vez melhor, disciplinado e justo. Por isso importante fazer uma reflexão e não deixar essa data passar em branco.

 

Área azul na São Cristóvão divide opiniões

Com a inauguração do novo shopping, o problema da falta de estacionamentos na Avenida Presidente Vargas, no bairro São Cristóvão é flagrante. Uma das alternativas é colocar estacionamento rotativo pago em boa parte da sua extensão, sobre todo nas proximidades do empreendimento. Entretanto, muitas pessoas não concordam com mais uma forma de imposto e se posicionam contrárias à medida. Nessa hora é preciso muito diálogo e compreensão para tomar uma decisão que seja melhor para a maioria. O certo é que com estacionamento público pago ou sem, vai continuar faltando vagas para estacionar. Esta caindo de maduro um estacionamento privado na região, um investimento com retorno garantido e por certo já deve estar no forno por algum empresário essa iniciativa.

 

Dizem por aí... Que para aliviar a falta de estacionamento nas imediações do shopping, o estabelecimento vai liberar vagas, no seu pátio, para os funcionários do local. Será verdade?

Leia Também Mentira desmascarada Linda ou ridícula? Muito obrigado Dom Urbano! O respeito à propriedade alheia