Mais Médicos: quase 500 vagas não foram preenchidas no RS

Compartilhe
Foto: Divulgação   Foto: Divulgação 

Encerra nesta sexta-feira (14) o prazo para que os profissionais que preencheram as vagas no Programa Mais Médicos (PMM) homologuem a inscrição. Até o final da manhã, 140 médicos foram destinados a 33 cidades gaúchas para substituir parte das 630 vagas deixadas em aberto pelos médicos cubanos.

O Conselho dos Secretários Municipais de Saúde do Rio Grande do Sul ressalta que ainda existe um déficit de 490 postos de trabalho para médicos oriundos do PMM. Este problema é registrado no Brasil inteiro, considerando que as vagas do Mais Médicos foram rapidamente preenchidas, mas muitos inscritos desistiram do programa.

Hoje também termina o prazo para os profissionais brasileiros e estrangeiros formados no exterior (sem registro no Brasil) enviarem a documentação e estarem aptos para validação da inscrição.  De acordo com o ministério, são necessários 17 documentos para validar a inscrição, entre eles, o reconhecimento da instituição de ensino pela representação do país onde os profissionais obtiveram a formação.

*com informações Rádio Guaíba /  Agência Brasil

Leia Também Patussi fala sobre sua proposta de terceiro turno em postos de saúde de Passo Fundo Fake News sobre câncer podem prejudicar diagnóstico e tratamento HC: conhecimento médico em evidência Janeiro Roxo: mais de 20 mil casos de hanseníase são diagnosticados por ano no Brasil