Após debate na Planalto News, prefeito propõe fim dos fogos de artifício com barulho

Compartilhe

Depois do debate na Rádio Planalto News FM (92.1) e na página oficial de Facebook da emissora na virada de ano, com grande participação dos ouvintes, o prefeito de Passo Fundo, Luciano Azevedo, anunciou nesta quinta-feira (03) que encaminhará à Câmara Municipal, no início do ano legislativo, projeto de lei que proíbe o comércio e o uso de fogos de artifício que produzem estampido e causam perturbação e desconforto em pessoas idosas e enfermas, crianças e animais.

Para Luciano, “o projeto tem objetivo de prevenir riscos à saúde e à integridade física tanto de quem faz uso do material quanto da população, especialmente idosos e crianças, além dos animais, que ficam com medo e fogem – e muitas vezes se machucam e até morrem. Os fogos silenciosos e coloridos, além de não causar dano, tornam as festividades mais bonitas e visualmente mais coloridas”.
A solicitação para criação da lei também é resultado de diversos pedidos da comunidade, preocupada com o incômodo causado pelo barulho dos fogos, acidentes e danos às pessoas e aos animais. Também é uma sugestão do vereador Rafael Colussi (DEM), ainda do ano de 2017. 
Conforme o projeto, fica proibido o comércio (venda), manuseio, utilização, queima e soltura de fogos de artifício e artefatos pirotécnicos que produza ruídos sonoros. Será permitido o uso de fogos de artifício silenciosos e coloridos nas atividades autorizadas e particulares. O descumprimento da lei caberá multa ao infrator, que será revertida ao Fundo do Bem-Estar Animal de Passo Fundo.

Leia Também UPF lança campanha de tutela responsável de animais Eletrostática: professor explica os ‘choques’ na praça do Banhado da Vergueiro Planalto News presente na Feira Ecológica Prefeitura melhora sinalização no Distrito Industrial