Viagem segura

Postado por: Gilnei Fogliarini da Costa

Compartilhe

Mais uma vez vamos bater na mesma tecla: o cuidado nas estradas. Em período de viagens de férias é normal descuidarmos de pontos importantes devido às correrias do nosso dia a dia, mas não podemos esquecer nossa segurança, quando o trajeto de destino para as férias podem ocorrer diversos fatores inesperados. Neste viés destaco as três categorias de fatores de risco: fatores humanos, fatores ligados à infraestrutura e ao meio-ambiente, e fatores ligados aos veículos.

Dentre estes fatores é obvio a importante responsabilidade do fator humano, pois é o homem responsável, mesmo que indiretamente, por todos acidentes de trânsito, ou por sua imprudência ou por sua negligência, destacando: desatenção, cansaço, deficiências (visual, auditiva, motora), consumo de álcool, consumo de droga, excesso de velocidade, desrespeito a distância mínima entre veículos, ultrapassagens indevidas, outras infrações dos motoristas, o não uso do cinto de segurança, de capacete, de proteção par criança, o descuido com pedestres, ciclistas, e motociclistas. Importante ressaltar que tanto o condutor como seu acompanhante deve estar atento a qualquer sintoma que possa levar a alguma destas variáveis, pois o auxilio de que acompanha é fundamental.

Os fatores ligados aos veículos são indiretamente ligados ao fator da falha humana, pois os problemas relacionados ao veículo podem se transformar em instrumentos extremamente perigosos em consequência da violência do choque, de defeitos de manutenção, ou da utilização incorreta, tais falhas são oriundas de: falhas na manutenção, pneus lisos ou com falta de calibragem, faróis com defeito ou mal ajustados, retrovisores deficientes, falhas mecânicas, visibilidade prejudicada (carga obstruindo ângulos de visão), sobrecarga, ou carga mal condicionada.

Os fatores ligados à infraestrutura e ao meio-ambiente também podem ser observados pelo condutor, que na falha ou em condições adversas podem ser previamente observadas pelo condutor, como em más condições de conservação das vias é frequente ouvir que são a causa dos acidentes, de fato, uma degradação importante do pavimento, dos acostamentos, da sinalização prejudica a segurança, mas a atenção e os cuidados do condutor devem redobrar em situações adversas como estas.

Diante do exposto cabe alertar aos condutores e acompanhantes, que redobrem a atenção neste período de férias, e lembre-se que é o fator humano o responsável por 44% dos acidentes de trânsito no país, as más condições dos veículos causam 19% dos acidentes, e fatores ligados à infraestrutura e ao meio-ambiente são responsáveis por 29% destes acidentes.

 

Leia Também Fisco pode acessar dados do sistema financeiro, decide STJ Fraternidade e superação da violência Tempo da quaresma: tempo de fraternidade Seis ou meia dúzia?