Ceará tem quinta noite seguida de ataques

Compartilhe
O governo federal, por meio do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), disponibilizou 60 vagas em presídios federais de segurança máxima para detentos que estão no em penitenciárias do Ceará. O estado vive, há seis dias, uma onda ataques contra veículos, órgãos públicos, agências bancárias, estabelecimentos comerciais e equipamentos de segurança.Os atentados, organizados por facções criminosas, com forte atuação dentro dos presídios, seriam uma represália ao anúncio do governo estadual de medidas para endurecer as regras no sistema carcerário estadual.
Na passagem de domingo para segunda-feira ocorreram novos ataques. São cinco noites seguidas de ocorrências no estado do Ceará.
Criminosos incendiaram uma estação ambiental em Icapuí e veículos de uma oficina em Fortaleza. Uma embarcação do Corpo de Bombeiros foi destruída em um incêndio na Barra do Ceará, na capital, porém os bombeiros não confirmaram se o caso está relacionando à onda de ataques no Estado.

Leia Também Davos: Bolsonaro afirma que quer fazer do Brasil um dos melhores países para se investir Atenção: golpe volta a usar WhatsApp para roubar dinheiro Suspeitos de envolvimento na morte de Marielle Franco são presos no Rio de Janeiro Passo Fundo teve 12 casos de feminicídio registrados em 2018