Chuvarada já causa mortes na Fronteira

Compartilhe

A subida do rio Ibirapuitã, que ultrapassou sua cota de enchente nessa quarta-feira, provoca grandes estragos em Alegrete, na Fronteira. De acordo com a Defesa Civil, mais de 100 famílias precisaram ser removidas de áreas tomadas pelas águas.

Três pessoas morreram. Um idoso perdeu a vida em Alegrete e duas pessoas no lado argentino.

Ainda conforme o órgão, o rio atingiu 9,93 metros às 21h15min, e seguia subindo a cerca de 10 centímetros por hora, com a chuva sem dar trégua. Por conta disso, as equipes, com auxílio de voluntários e do Exército, prosseguiam na remoção de pessoas e animais dos pontos críticos.

Entre os bairros mais atingidos estavam Macedo, São João, Santo Antônio, Vila Nova, Promorar e Sepé Tiaraju. Segundo a Defesa Civil, entretanto, quase todos os bairros tinham algum ponto com alagamento.


Foto: Prefeitura de Alegrete

Leia Também Davos: Bolsonaro afirma que quer fazer do Brasil um dos melhores países para se investir Atenção: golpe volta a usar WhatsApp para roubar dinheiro Suspeitos de envolvimento na morte de Marielle Franco são presos no Rio de Janeiro Passo Fundo teve 12 casos de feminicídio registrados em 2018