Arquidiocese de Minas Gerais realiza campanha pelos atingidos por barragem

Compartilhe

Começam as campanhas de solidariedade para socorrer as vítimas do rompimento da barragem do Córrego do Feijão, em Brumadinho, Região Metropolitana de Belo Horizonte. A Arquidiocese de Belo Horizonte anunciou que já está arrecadando roupas, alimentos e água destinados aos atingidos. A tragédia ocorreu no início da manhã desta sexta-feira e ainda não se sabe o número exato de vítimas.

Segundo a Arquidiocese, as doações podem ser entregues no Vicariato Episcopal para a Ação Social e Política, localizado na Rua Além Paraíba, número 208, no Bairro Lagoinha, Região Nordeste da capital mineira. Para mais informações, é necessário ligar para (31) 3423-2187.

Após o rompimento da barragem, o arcebispo dom Walmor Oliveira de Azevedo disse que Minas Gerais está em luto. Em nota divulgada, a arquidiocese citou o termo bíblico “abominação da desolação” para classificar a tragédia. Segundo a cúria, trata-se de um absurdo nascido das ganâncias e descasos com o outro, com a verdade e com o bem de todos. 

“A Arquidiocese de Belo Horizonte une-se a cada um dos atingidos, compartilhando suas dores. Nossas comunidades de fé, especialmente às que servem ao Vale do Paraopeba, estejam juntas, para levar amparo, ajuda, a todos que sofrem diante de tão lamentável tragédia”. 

A instituição religiosa ainda defendeu o cuidado com a sustentabilidade e o meio ambiente. “ É preciso repensar modelos de desenvolvimento que desconsideram o respeito à natureza, os parâmetros de sustentabilidade”.

Leia Também Emoção na Paróquia São Francisco de Assis com celebração e encenação Arcebispo dará a Benção Pascal às Famílias pelas Rádios Planalto Semana Santa: Fé e participação na Paróquia São Cristóvão Catedral: mais de 1500 pessoas na procissão da Sexta-Feira Santa