Chuvas recentes podem comprometer produtividade da soja no RS

Compartilhe

A semana de umidade e temperaturas elevadas contribuiu para o bom desenvolvimento da soja, que atinge 23% das lavouras em enchimento de grãos, 45% em floração e 32% em desenvolvimento vegetativo. De acordo com o Informativo Conjuntural divulgado pela Emater/RS-Ascar nessa semana, em geral as plantas apresentam bom desenvolvimento, com aspecto visual de lavoura parelha, camuflando os locais de menor densidade de plantas. Nos locais onde as precipitações foram mais intensas, como nas regiões Sul, Campanha e Fronteira Oeste, o grande volume de chuvas nas últimas semanas afetou as lavouras localizadas em várzeas e em locais próximos aos cursos de água, onde o solo ficou encharcado por muitos dias, comprometendo a produção e a produtividade nesta safra.

Essas regiões atingidas pelas enxurradas representam 18% da área de soja no estado e os produtores que contrataram seguro agrícola serão acompanhados até o período de colheita para quantificação das perdas e tomada de decisão quanto ao acionamento do seguro.

Nas lavouras no Norte, os produtores de soja estão com problemas para aplicar fungicidas e inseticidas. Os intervalos entre aplicações de fungicidas, próximo a 20 dias, propiciam aumento da incidência da ferrugem asiática e de percevejos. A orientação técnica é de aplicação de fungicida o mais cedo possível, antes do fechamento da soja, com intervalos de reaplicação diminuídos conforme o clima.



Fonte: Estado.RS.Gov.Br

Leia Também Abelha sem ferrão: uma alternativa que começa a se difundir Cotrijal abre reuniões de núcleo com associados da região KUHN lançará duas novas máquinas no Show Rural Coopavel Marcada a data do lançamento oficial da Cotrijal 2020 em Porto Alegre