Presidente do Pelotas é agredido por torcedores

Compartilhe
Após o empate de 0x0 contra o São Luiz, o clima ficou tenso no Estádio da Boca do Lobo, pelo Campeonato Gaúcho. Mesmo com a vitória sobre o Internacional, durante a semana, um grupo de torcedores resolveu protestar diante do resultado contra o time de Ijuí nesse domingo (27) e as agressões se estabeleceram.

Segundo o jornal Diário Popular, durante a entrevista do técnico Diego Gavilán, um grupo de torcedores invadiu as dependências do clube, quebrou vidros e agrediu o presidente Gilmar Schneider e o gerente executivo Álvaro Prange. Abismado com a situação, Schneider cancelou a coletiva e se pronunciou.

"O Álvaro tomou um soco do Thyago Alemão. Eu tomei um soco do Thyago Alemão. Esse tipo de situação não está no controle do clube. Até quando isso vai acontecer? O Pelotas já perdeu mais de R$ 200 mil com esse tipo de gente", desabafou o presidente Gilmar Schneider.

Ainda de acordo com o presidente, a motivação teria sido por conta do número de ingressos cedidos para a torcida organizada. "Eles pediram, a gente deu, mas eles querem mais, e mais e mais. Hoje foi essa agressão. E amanhã, eu faço o que? denuncio? me escondo? São presos num dia, no outro já estão soltos. O presidente do conselho também já foi agredido por esse torcedor. Eu nunca havia levado um soco na minha vida. Eles disseram que estou acabando com o Pelotas. Eu vou procurar meus direitos, isso não vai ficar assim", destacou.


Fonte: Diário Popular 
Foto: E. C. Pelotas

Leia Também Gaúcho conquista a terceira vitória em três jogos Gaúcho defende a liderança neste sábado contra o Santa Cruz Traficantes se passam por árbitro para transportar drogas pela Europa Passo Fundo Futsal vence pela Copa dos Pampas