Sirene toca e 500 pessoas são retiradas de casa por causa de barragem da Vale em Barão de Cocais

Compartilhe
Foto: Divulgação WhatsApp   Foto: Divulgação WhatsApp 
Pelo menos 500 pessoas de três comunidades de Barão de Cocais, na Região Central de Minas, tiveram que deixar suas casas na madrugada desta sexta-feira (08) por conta de um alerta na barragem Sul Superior da mina Gongo Soco, da Vale. Segundo a mineradora, responsável pela barragem que se rompeu em Brumadinho, na Grande BH, a decisão é preventiva e ocorreu após a consultoria Walm negar a Declaração de Condição de Estabilidade à estrutura.
Pelo menos 500 pessoas de três comunidades de Barão de Cocais, na Região Central de Minas, tiveram que deixar suas casas na madrugada desta sexta-feira por conta de um alerta na barragem Sul Superior da mina Gongo Soco, da Vale. Segundo a mineradora, responsável pela barragem que se rompeu em Brumadinho, na Grande BH, a decisão é preventiva e ocorreu após a consultoria Walm negar a Declaração de Condição de Estabilidade à estrutura.



"Diante de observações e monitoramentos realizados pela Agência Nacional de Mineração (ANM), Defesa Civil do Estado e do município, e pela empresa Vale, foi acionado o Nível 2 de risco na barragem Sul Superior da Mina do Gongo Soco. A informação até esse instante é de um desnível na estrutura", diz a nota prefeitura no Facebook. 
"Por esse motivo, seguindo as recomendações repassadas pelos entes responsáveis e pela mineradora, os moradores da comunidade do Socorro e adjacências estão sendo evacuados neste momento por ônibus da Vale e demais veículos de apoio."
A prefeitura de Barão de Cocais ressalta que o procedimento está sendo realizado por precaução. Conforme a administração municipal, os moradores estão sendo encaminhados ao ginásio poliesportivo da cidade.

(Com Estadão Conteúdo)

Leia Também Vereadores repudiam lei sobre abuso de autoridade Semestre registra menor número de acidentes com morte nos últimos 12 anos Bolsonaro veste a camisa do Grêmio Bombeiro registra momento em que dá água para tatu que escapou de incêndio