Inadimplência do consumidor cai 1,1%

Compartilhe

A inadimplência do consumidor caiu 1,1% no acumulado de 12 meses (fevereiro de 2018 até janeiro 2019 frente aos 12 meses antecedentes), de acordo com dados nacionais da Boa Vista. Já na avaliação mensal com ajuste sazonal, janeiro apresentou crescimento de 2,0%. Quando comparado o resultado contra o mesmo mês de 2018, o indicador caiu 6,5%. Regionalmente, na análise acumulada em 12 meses, ocorreu queda em todas as regiões. A região Sul teve queda de 0,5%.

De acordo com o diretor do SCPC Passo Fundo, Valter Ceolin, “a situação econômica do país nos últimos anos gerou grande cautela nas famílias, inibindo o consumo e a tomada de crédito e contribuindo para a queda do fluxo de inadimplência”, comenta. Segundo ele, passado o período mais intenso da crise, o indicador demonstra sinais de que caminha para a estabilização.

Outro dado positivo levantado pela Boa Vista é a queda do tempo médio para quitação de dívidas após a inserção do débito no cadastro de inadimplentes. Segundo levantamento de abrangência nacional, em 2018 os consumidores demoraram em média 117 dias – o equivalente a 3,9 meses – para quitar suas dívidas após serem incluídos na base de inadimplentes do SCPC. Em 2017, o prazo médio foi de 151 dias – ou 5 meses. O recuo foi observado em todos os setores selecionados. No caso das dívidas de cartão de crédito, o prazo passou de 162 dias em 2017 para 132 em 2018; e no caso das dívidas bancárias, de 121 dias para 88 dias, constatou o estudo da Boa Vista. Mesmo em segmentos nos quais o prazo já é mais baixo, como o de energia elétrica e de saneamento básico, foi possível observar recuo de 136 para 86 dias no caso do primeiro, e de 118 para 110 no caso do segundo.

Ainda de acordo com o estudo, a diminuição no tempo médio voltou a um patamar mais muito próximo ao observado em 2014 quando o consumidor levava em média 119 dias para quitar os débitos. “Os indicadores em queda são reflexos da recuperação mais consistente do mercado de trabalho, da redução dos juros e da expansão da renda”, finaliza o diretor do SCPC.

 

Fonte: Assessoria CDL

Leia Também Acidente de trânsito é registrado no cruzamento das ruas General Netto e Eduardo de Brito Encontro de Sementes Crioulas em Dois Lajeados Simpatizantes convocam protesto a favor de Jair Bolsonaro no próximo domingo Faleceu dona Irene Trevisan, grande ouvinte da Rádio Planalto