E. C. Passo Fundo é o único visitante a vencer na estreia

Postado por: Luiz Carlos Carvalho

Compartilhe
Olá, amigos internautas!

O desafio para o Esporte Clube Passo Fundo é começar bem e manter a sua estabilidade dentro de uma competição. Dessa vez, em 2019, abrindo a Divisão de Acesso, venceu o Tupi em Crissiumal por 1x0.

Foi um belo começo, sabendo que os adversários terão muitas dificuldades para conseguir vencer naquele estádio, onde o time rubro-negro é muita forte e conta com o apoio de uma apaixonada torcida.  São três pontos conquistados fora de casa que servem de incentivo para as duas próximas rodadas com jogos no Vermelhão da Serra contra União Frederiquense e São Borja.

Fundamentalmente, O Passo Fundo deu poucos espaço para o adversário criar as suas jogadas. O momento mais intenso das chegadas do Tupi ocorreu em uma série de três finalizações, quando o placar ainda estava em 0x0. No segundo tempo, na melhor chance do time da casa, Renatinho concluiu contra o travessão do goleiro Gustavo.

O tricolor buscou encurtar os espaços do Tupi e foi feliz logo aos 16 minutos, quando o goleiro Romário e a zaga do Tupi se perderam na jogada e o rebote se ofereceu para o atacante Edson Pernambucano. Foi só dar o toque para Jil Baiano chutar para o fundo das redes. Vitória maiúscula em um jogo de arbitragem bastante contestada pelas duas equipes. O Passo Fundo reclama dos acréscimos dados de forma excessiva.

O Passo Fundo termina a rodada sendo o único time visitante da Divisão de Acesso a largar com vitória. Dentro da chave, o Esportivo goleou o Ypiranga por 3x0 e o Glória derrotou o Igrejinha por 1x0. O jogo entre União Frederiquense e São Borja acabou não ocorrendo por motivo de saúde. Houve um surto gastrointestinal atingindo o elenco samborjense e o compromisso precisou ser adiado. São justamente os dois próximos adversários do tricolor.

O MELHOR EM CAMPO:  Várias foram as boas peças do Passo Fundo. Começou pela boa performance do goleiro Gustavo,sempre que exigido, combinando com uma constituição da dupla de zaga, com Wendel e Miler. Kleber e Michel, o Badé, demonstraram força e saída de bola.  Mikael e Nattan estiveram muito bem no setor de marcação, o que deu espaço para os avanços de Leônidas. Foi escolhido pela Equipe Show de Bola como craque do jogo o atacante Leo Porto, que demonstrou excelente potencial para as jogadas de linha de fundo e investida para cima dos zagueiros. Ele é natural da Bahia e já teve a experiência de atuar no futebol gaúcho atuando pelo Santa Cruz. 
O técnico Toninho, por sua vez, conseguiu corrigir os espaços que estavam surgindo na etapa inicial especialmente pela esquerda, com bola nas costas da zaga. Por ali, pouco o Tupi conseguiu criar na etapa final. 

Até a próxima!
Sejam felizes! Vocês merecem!

Leia Também Curiosidades sobre o Fusca Como fica o Congresso após a aprovação da Reforma da Previdência? Com sapato ou sem sapato O bom samaritano